acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Projetos

Mineradoras investirão U$ 9 bi em Minas Gerais

11/02/2011 | 11h32
Até 2014, quatro grandes projetos  novos e de expansão na obtenção de minério de ferro movimentarão a quantia de U$ 9 bilhões em Minas Gerais. Atualmente, o estado concentra 13 iniciativas de extração, segundo informou o gerente de dados econômicos do Ibram (Instituto Brasileiro de Mineração), Antonio Lannes.


"O déficit exterior do insumo e a demanda nacional, proveniente do crescimento da economia, aumenta a procura pelo minério de ferro", disse Lannes. De acordo com ele, os investimentos são para atender a produção siderúrgica, que vem sendo alavancada pela fabricação de automóveis, bens de consumo, como eletroeletrônicos, entre outros.


A empresa MMX está expandindo a mina Serra Azul e o mesmo está sendo feito pela CSN em relação à mina Casa de Pedra, localizada na cidade de Congonhas, com capacidade de produção de 40 mil toneladas anualmente. A Terrols Resoucers e a Vale estão criando ações completamente novas no estado.


Batizado de Apolo e sujeito a aprovação do Conselho de Administração, o projeto da Vale está previsto para começar as operações no primeiro semestre de 2014 e estima totalizar U$ 377 milhões em investimentos em bens de capital para um novo complexo de mineração e a criação de um ramal ferroviário. "As mineradoras estão investindo muito e, por visarem ao mercado internacional, o Brasil é hoje um dos maiores exportadores de minério do mundo, com 50 projetos simultâneos em andamento pelo País", disse. As obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) do governo federal e as construções para a Copa do Mundo e paras as Olimpíadas também foram apontadas como agentes fomentadores da produção do insumo.


Fonte: DCI
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar