acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Capitalização da Petrobras

Mantega: petróleo no Brasil é bênção e não maldição

24/09/2010 | 11h27

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje que o Brasil está blindado contra a chamada doença holandesa, que comprometeu a economia daquele país na década de 70, quando houve uma concentração das atividades no comércio de gás natural. Segundo ele, o país tem o petróleo como bênção e não como uma maldição, porque soube diversificar suas atividades e está crescendo de maneira sustentável, com inflação controlada e novos investimentos.

 

Mantega está nesta manhã participando da abertura do pregão da Bolsa de Valores de São Paulo, em cerimônia que marca a capitalização da Petrobras. "Eu diria que é mais apropriado falar benção do petróleo porque nós sabemos usar este petróleo para o desenvolvimento da indústria e geração de emprego", afirmou Mantega.

 

O ministro, durante o discurso, repetiu a frase que vem sendo dita pelo presidente Lula, de que nunca antes neste país e nunca antes no mundo foi feita uma capitalização desta magnitude. "São US$ 70 bilhões que se acrescentam ao patrimônio da Petrobras, segunda maior empresa do mundo a valores de mercado, atrás apenas Exxon", disse.

 

Segundo ele, a Exxon vale hoje US$ 290 bilhões e a Petrobras passa a valer US$ 220 billhões, com base na cotação do dólar no dia.

 

"Com esta operação, só de caixa a Petrobras terá US$ 25 bilhões, recursos que servirão para viabilizar um dos maiores investimentos da indústria do petróleo - disse Mantega, acrescentando que o aumento de participação da União na Petrobras passa de 40% para 48% no total de ações da empresa, levando em conta a participação do BDNES e do Fundo Soberano", apontou o ministro.



Fonte: Redação/ Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar