acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
OPEP

Maioria dos analistas aposta em preços estáveis

18/12/2006 | 00h00

O preço do petróleo bruto poderá se manter estável no decorrer desta semana, após a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) ter firmado reduções em sua produção e o clima ameno ter reduzido o consumo do combustível dos Estados Unidos para fins de calefação.

Quatorze entre os 42 analistas, corretores e operadores do mercado ouvidos em pesquisa realizada pela Bloomberg News, ou 33%, disseram que os preços do combustível ficarão praticamente inalterados. Outros 14 deles prevêem uma alta e 14 prognosticam um declínio. Essa foi a primeira vez desde abril de 2004, quando esse tipo de pesquisa começou a ser realizado, que as respostas se distribuíram em partes iguais.
Em reunião realizada quinta-feira na Nigéria, a Opep decidiu reduzir sua produção em 500 mil barris por dia, ou 1,9%, a partir de 1º de fevereiro de 2007. O novo corte vem se juntar à redução de 1,2 milhão de barris/dia firmada em 20 de outubro passado.

A demanda por combustível para a calefação de residências no nordeste dos Estados Unidos - região que é responsável por 80% do consumo de óleo para calefação pelos norte-americanos - será 38% inferior à normal até o próximo dia 21 de dezembro, disse a Weather Derivatives.

"A Opep emitiu sua opinião e, até o final desta semana, o corte será embutido nos preços", disse Jason Schenker, economista da Wachovia Corp. de Charlotte, no Estado norte-americano da Carolina do Norte. "Levará algum tempo antes que saibamos se os cortes estão sendo realmente adotados."

Os preços do petróleo recuaram 20% desde 14 de julho passado, quando a commodity alcançou seu recorde, de US$ 78,40 o barril. Na semana retrasada, 48% dos participantes da pesquisa disseram que o preço do petróleo iria subir. A Opep, que produz cerca de 40% do petróleo mundial, se reunirá novamente em 15 de março de 2007 em sua sede, localizada em Viena, na Áustria.

Fonte: Gazeta Mercantil



Fonte: Gazeta Mercantil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar