acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
E&P

Lula inspeciona construção das plataformas P-51 e P-52 no estaleiro Brasfels

03/08/2006 | 00h00

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva visita na manhã desta quinta-feira o estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis, para vistoriar as obras de construção das plataformas P-51 e P-52. As duas unidades semi-submersíveis terão capacidade de produzir 180 mil barris diários de petróleo cada e serão deslocadas para operar na Bacia de Campos, no Rio de Janeiro. De acordo com Petrobras, as obras de construção da P-52 estão adiantas e a unidade deve iniciar a produção em 2007, no Campo de Roncador, ancorada a uma profundidade de 1.785 metros da lâmina d`água.

Em julho último, o estaleiro concluiu a união do topside (convés superior) com o casco da P-52, em uma operação levou 24 horas para ser concluída. O índice de nacionalização para construção da montagem do topside da plataforma chegará a 75%; o relativo aos módulos de geração de energia a 84%; e o dos módulos de compressão de gás a 91%. O casco da P-52 da unidade foi construído pela Keppel Fels, em Cingapura. A P-52 representou um investimento de US$ 1,032 bilhão.

Já a plataforma P-51, que irá operar no Campo de Marlim Sul, é a primeira plataforma semi-submersível totalmente construída no Brasil. O casco da unidade envolve a construção de 16 blocos de pontoon (parte inferior do casco), que ficará totalmente submerso, e 12 blocos de colunas. Até o fim de agosto, a Nuclep, que é responsável pela construção dos blocos de pontoon, enviará a última peça da plataforma para o estaleiro. O investimento na P-51 chega a US$ 813 milhões.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar