acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Bolívia

Lula faz reunião hoje para avaliar decisão de Evo Morales

02/05/2006 | 00h00

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai fazer uma reunião nesta terça-feira (02/05) para discutir o decreto anunciado pelo presidente da Bolívia, Evo Morales, que determina a nacionalização da exploração de petróleo e gás no país. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério de Relações Exteriores, vão participar da reunião o ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, o presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli, e o ministro interino de Relações Exteriores, Samuel Pinheiro Guimarães.

O decreto assinado por Evo Morales determina que o Estado recupera a "propriedade, posse e o controle total e absoluto" das reservas de gás e petróleo do país. Assim, todo o extraído das reservas do país deve ser repassados para a estatal boliviana Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB). As empresas estrangeiras que exploram os recursos na Bolívia, entre elas a Petrobras, tem o prazo de 180 dias para se adaptarem às novas medidas.

A Petrobras ingressou na Bolívia no final de 1995 e é, segundo a estatal brasileira, responsável por 20% dos investimentos diretos no país e por 18% do Produto Interno Bruto (PIB) boliviano. Entre 1997 e 2000, a estatal brasileira construiu o Gasoduto Bolívia-Brasil (Gasbol). Por esse gasoduto, o Brasil importa até 30 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural da Bolívia.



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar