acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Nações Unidas

Lula abre assembléia com biocombustíveis

25/09/2007 | 00h00

O plenário da Organização das Nações Unidas (ONU) vai ouvir hoje, na abertura da 62ª Assembléia Geral, um discurso do presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltado principalmente para a questão ambiental. Lula usará dois terços de seu discurso para tratar de assuntos relativos ao meio ambiente e aos problemas climáticos.

E fará advertências e alertas contra os perigos que cercam o planeta. Ao falar dos avanços do Brasil em relação à preservação do meio ambiente, Lula tem ressaltado que a taxa de desmatamento na Amazônia caiu 50%, baixando de 27 mil quilômetros quadrados em 2004, para 14 mil quilômetros em 2006.

Como em quase todos os discursos para platéias internacionais, feitos depois da conferência do Grupo Intergovernamental sobre Mudança Climática (IPCC), em fevereiro passado, em Paris, Lula também vai dizer que os biocombustíveis são peça importante na questão ambiental e na economia de países africanos e da América Central. O IPCC estimou que a Terra vai experimentar neste século um aquecimento de 1,8 a 4 graus centígrados, gerando fenômenos que afetarão a produção agrícola e o clima em geral.

O presidente dirá que os biocombustíveis ajudam a reduzir os efeitos danosos à camada de ozônio, além de representarem uma alternativa de desenvolvimento para os países mais pobres.



Fonte: Agência Estado
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar