acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Lufthansa quer ampliar base de usuários do programa Oil & Energy Club

18/03/2013 | 17h37

 

A Lufthansa vem investindo para atrair passageiros do mercado de óleo e gás. A companhia aérea anunciou, recentemente, a contratação de uma gerente comercial, Andrea Cox, apenas para cuidar desta área.
“Nos últimos 12 meses, o volume de passageiros do segmento de óleo e gás a bordo dos voos Rio-Frankfurt cresceu 100%”, disse Annette Taueber, diretora da Lufthansa e da SWISS no Brasil. Só no segundo semestre do ano passado, foram 30% mais que no primeiro semestre, especialmente por causa do início dos voos noturnos nos dois sentidos.
Agora a meta é ampliar a base de clientes participantes do programa global Oil & Energy Club. Neste programa de fidelidade, funcionários de empresas de produção de óleo ou extração de petróleo que fazem viagens regulares a destinos ligados a indústria do óleo e gás podem se tornar membros e garantir uma série de benefícios. Entre eles, o status de Frequent Traveller e facilidades como check in prioritário, acesso às business lounges, prioridade em listas de espera e um limite maior de bagagem.
Na América Latina, além de Rio e São Paulo, as cidades do México, Caracas e Buenos Aires estão entre os mais de 50 destinos Oil & Gas. Além de dezenas de outros na Europa, África, Ásia, Oriente Médio e América do Norte. Nos últimos 12 meses, mais cem brasileiros se inscreveram no programa Oil & Energy Club.

A Lufthansa vem investindo para atrair passageiros do mercado de óleo e gás. A companhia aérea anunciou, recentemente, a contratação de uma gerente comercial, Andrea Cox, apenas para cuidar desta área.


“Nos últimos 12 meses, o volume de passageiros do segmento de óleo e gás a bordo dos voos Rio-Frankfurt cresceu 100%”, disse Annette Taueber, diretora da Lufthansa e da SWISS no Brasil. Só no segundo semestre do ano passado, foram 30% mais que no primeiro semestre, especialmente por causa do início dos voos noturnos nos dois sentidos.


Agora a meta é ampliar a base de clientes participantes do programa global Oil & Energy Club. Neste programa de fidelidade, funcionários de empresas de produção de óleo ou extração de petróleo que fazem viagens regulares a destinos ligados a indústria do óleo e gás podem se tornar membros e garantir uma série de benefícios. Entre eles, o status de Frequent Traveller e facilidades como check in prioritário, acesso às business lounges, prioridade em listas de espera e um limite maior de bagagem.


Na América Latina, além de Rio e São Paulo, as cidades do México, Caracas e Buenos Aires estão entre os mais de 50 destinos Oil & Gas. Além de dezenas de outros na Europa, África, Ásia, Oriente Médio e América do Norte. Nos últimos 12 meses, mais cem brasileiros se inscreveram no programa Oil & Energy Club.

 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar