acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Lucro líquido da Mills aumenta 113%

09/11/2012 | 18h04

 

A Mills, líder na prestação de serviços especializados de engenharia no Brasil, apresentou lucro líquido de R$ 38 milhões, registrando aumento de 113% em relação ao mesmo período do ano anterior. A companhia também registrou novos recordes trimestrais. A receita líquida, de R$ 222,2 milhões, um aumento de 26,9% e o EBITDA, de R$ 96,1 milhões, cresceu 89% em relação ao terceiro trimestre de 2011. A companhia apresentou ainda lucro operacional (excluindo depreciação) recorde de R$ 143,3 milhões.
O desempenho financeiro positivo se deve à grande demanda nos mercados onde atua e aos investimentos realizados no período. A Mills investiu R$ 79,4 milhões em crescimento orgânico no terceiro trimestre de 2012, e fechou uma série de novos contratos.
A companhia continua presente em grandes obras como a Refinaria Comperj, Estádio do Maracanã, Complexo Porto Maravilha e BRT Transcarioca, no Rio de Janeiro. Em São Paulo, Metrô linhas 2 e 5, Monotrilho linha Ouro e Complexo viário Jacu Pêssego. Em Curitiba, Arena dos Paranaenses e no Rio Grande do Sul, Arena do Grêmio e BR-448. E nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste, a Mills está nas construções da Hidrelétrica Jirau, ferrovias Norte-Sul e Transnordestina, estádios de Recife e Fonte Nova e Arena Pantanal (Verdão).
A Mills também apresentou receitas recordes em três áreas de negócios: Construção, Jahu e Rental. A área Construção obteve receita líquida de R$ 45,5 milhões no terceiro trimestre, com crescimento de 37,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, reflexo do incremento da demanda no setor de construção pesada. Neste período, foram fechados contratos importantes nas Usinas Hidrelétricas Belo Monte e Teles Pires; aeroporto de Guarulhos, novos trechos do monotrilho linha Ouro e das linhas 2 e 5 do metrô de São Paulo, BRT em Belém, anel viário de Fortaleza e Portos do Açu, no Rio de Janeiro, e de Aratu, na Bahia.
Na área de negócios Jahu, que contempla os segmentos de construção residencial e comercial, a receita líquida alcançou R$ 60,5 milhões no terceiro trimestre de 2012, com crescimento de 53,8% em relação ao mesmo trimestre de 2011.
Na Rental, área que oferece aluguel e venda de equipamentos motorizados de acesso, a receita líquida somou R$ 67,4 milhões no terceiro trimestre de 2012, novo recorde trimestral, sendo 47,6% superior ao mesmo período do ano anterior.

A Mills, líder na prestação de serviços especializados de engenharia no Brasil, apresentou lucro líquido de R$ 38 milhões, registrando aumento de 113% em relação ao mesmo período do ano anterior. A companhia também registrou novos recordes trimestrais. A receita líquida, de R$ 222,2 milhões, um aumento de 26,9% e o EBITDA, de R$ 96,1 milhões, cresceu 89% em relação ao terceiro trimestre de 2011. A companhia apresentou ainda lucro operacional (excluindo depreciação) recorde de R$ 143,3 milhões.


O desempenho financeiro positivo se deve à grande demanda nos mercados onde atua e aos investimentos realizados no período. A Mills investiu R$ 79,4 milhões em crescimento orgânico no terceiro trimestre de 2012, e fechou uma série de novos contratos.


A companhia continua presente em grandes obras como a Refinaria Comperj, Estádio do Maracanã, Complexo Porto Maravilha e BRT Transcarioca, no Rio de Janeiro. Em São Paulo, Metrô linhas 2 e 5, Monotrilho linha Ouro e Complexo viário Jacu Pêssego. Em Curitiba, Arena dos Paranaenses e no Rio Grande do Sul, Arena do Grêmio e BR-448. E nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste, a Mills está nas construções da Hidrelétrica Jirau, ferrovias Norte-Sul e Transnordestina, estádios de Recife e Fonte Nova e Arena Pantanal (Verdão).


A Mills também apresentou receitas recordes em três áreas de negócios: Construção, Jahu e Rental. A área Construção obteve receita líquida de R$ 45,5 milhões no terceiro trimestre, com crescimento de 37,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, reflexo do incremento da demanda no setor de construção pesada. Neste período, foram fechados contratos importantes nas Usinas Hidrelétricas Belo Monte e Teles Pires; aeroporto de Guarulhos, novos trechos do monotrilho linha Ouro e das linhas 2 e 5 do metrô de São Paulo, BRT em Belém, anel viário de Fortaleza e Portos do Açu, no Rio de Janeiro, e de Aratu, na Bahia.


Na área de negócios Jahu, que contempla os segmentos de construção residencial e comercial, a receita líquida alcançou R$ 60,5 milhões no terceiro trimestre de 2012, com crescimento de 53,8% em relação ao mesmo trimestre de 2011.


Na Rental, área que oferece aluguel e venda de equipamentos motorizados de acesso, a receita líquida somou R$ 67,4 milhões no terceiro trimestre de 2012, novo recorde trimestral, sendo 47,6% superior ao mesmo período do ano anterior.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar