acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Investimento

Locar investe R$ 45 milhões para retomar seu crescimento no mercado

09/02/2017 | 10h10
Locar investe R$ 45 milhões para retomar seu crescimento no mercado
Divulgação Divulgação

A empresa, líder em movimentação de cargas e pessoas, abre o ano de 2017 investindo R$ 45 milhões. Aporte de recursos inclui a compra dos primeiros quatro guindastes modelo LTM 1250-5.1 para operação no mercado brasileiro, e equipamentos para atender a contrato firmado com a Vale.

A Locar Guindates e Transportes Intermodais inicia o ano com otimismo e novos investimentos. Foram adquiridos quatro guindastes do modelo LTM 1250-5.1, da alemã Liebherr - o modelo mais moderno da categoria - com diferenciais técnicos que o tornam mais versátil para trabalhos confinados. Serão as primeiras máquinas desse tipo a serem usadas no Brasil e representam um investimento de R$ 30 milhões.

A aquisição dos novos equipamentos faz parte da política de renovação de frota, que se manteve, mesmo em um período de redução de custos. Os guindastes LTM 1250 5.1 serão entregues em março e devem ser baseados em filiais do Sudeste e Nordeste.

Um novo contrato firmado com a Vale, com duração de cinco anos, para serviços no Complexo de Tubarão, no Espírito Santo, também exigiu investimentos de R$ 15 milhões por parte da LOCAR. O dinheiro refere-se à compra de novas máquinas, como muncks (caminhões com equipamentos de içamento), empilhadeiras e guindastes.

A empresa

Há 29 anos no mercado, a LOCAR Guindastes e Transportes Intermodais é empresa líder no segmento de movimentação de cargas especiais na América Latina. Sediada em Guarulhos, a empresa tem filiais pelo País e mais de mil colaboradores, além de ser a única a oferecer um amplo leque de soluções para movimentação.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar