acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pré-Sal

Lobão critica ideia de pré-sal fornecer recursos para a saúde

07/09/2011 | 11h18
A alternativa de usar recursos do petróleo do pré-sal para custear o sistema público de saúde contrariou o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Na quarta-feira, após participar das comemorações de 7 de setembro, ele disse que essa hipótese é uma "solução distante" para a saúde, que precisa de dinheiro rapidamente.
 
"O pré-sal vai produzir daqui a sete, oito anos, portanto, não podemos ficar distribuindo recursos que hoje não existem", disse Lobão. "A saúde vai precisar de recursos já, e o governo está preocupado com isso e procurando outras soluções."
 
Ele descartou a hipótese de uso de dinheiro da Petrobrás para custear as despesas oriundas da regulamentação do projeto que define os gastos dos Estados e dos municípios com a saúde, conhecido por Emenda 29.
 
"Não há a menor possibilidade. Os recursos da Petrobrás são para investir na exploração do petróleo e os recursos da saúde têm de sair do Orçamento da República", afirmou, sem se comprometer com a defesa da criação de uma contribuição específica para viabilizar a aprovação do projeto.
 
"Se os governadores realmente pedirem e o Congresso examinar, a decisão é deles." O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, evitou apontar uma solução para encontrar recursos para sua área: "Eu confio no Congresso. Os deputados e os senadores vão aprovar mais recursos para a saúde e regras estáveis".


Fonte: Redação/ Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar