acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
OTC 2013

LLX participa pela primeira vez do evento

06/05/2013 | 18h13

 

A LLX, empresa de logística do Grupo EBX  participa pela primeira vez da OTC em Houston. A companhia brasileira apresenta em seu estande, no Pavilhão Brasil, o principal projeto que está desenvolvendo, o Superporto do Açu, em São João da Barra (Rio de Janeiro). Na ocasião, os visitantes poderão conhecer detalhes do maior empreendimento porto-indústria da América Latina.
Com construção iniciada em outubro de 2007 e área total de 90 km², o Superporto do Açu terá profundidade inicial de 21 metros (com expansão para 26 metros) e capacidade para receber até 47 embarcações. O Superporto do Açu poderá movimentar até 350 milhões de toneladas por ano entre exportações e importações e estará entre os maiores portos do mundo.

A LLX, empresa de logística do Grupo EBX  participa pela primeira vez da OTC em Houston. A companhia brasileira apresenta em seu estande, no Pavilhão Brasil, o principal projeto que está desenvolvendo, o Superporto do Açu, em São João da Barra (Rio de Janeiro). Na ocasião, os visitantes poderão conhecer detalhes do maior empreendimento porto-indústria da América Latina.


“O Superporto do Açu tem se firmado, cada vez mais, como o hub brasileiro para o setor de O&G e como excelente alternativa para a instalação de empresas que operam no Brasil neste setor. E participar da OTC, maior feira de óleo e gás do mundo, é uma excelente oportunidade para apresentar o empreendimento aos principais players do mercado”, afirma Marcus Berto, CEO da LLX.


Com construção iniciada em outubro de 2007 e área total de 90 km², o Superporto do Açu terá profundidade inicial de 21 metros (com expansão para 26 metros) e capacidade para receber até 47 embarcações. O Superporto do Açu poderá movimentar até 350 milhões de toneladas por ano entre exportações e importações e estará entre os maiores portos do mundo.



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar