acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
América do Sul

Linde assina contrato de hidrogênio por US$70 milhões com Enap no Chile

14/09/2004 | 00h00

O grupo alemão de tecnologia Linde assinou um contrato a 15 anos com a filial Enap Refinarias, da petroleira estatal chilena Enap, através do qual fará o abastecimento de hidrogênio para seu uso na produção de diesel com baixo conteúdo de enxofre, aunciou a Linde em um comunicado na segunda-feira (13/09).
A filial chilena da Linde financiará, construirá e operará uma planta de processamento de hidrogênio de US$ 70 milhões no lugar da refinaria Aconcágua, em Concón, próxima à cidade portuária de Valparaíso.
A planta terá uma capacidade de produção de 50 mil m³ de hidrogênio e 100 toneladas diárias de dióxido de carbono líquido e o início de suas operações está programado para meados de 2006.A Enap tem uma participação de 85% no mercado chileno de diesel e gasolina.
Além de diminuir as emissões de dóxido de enxofre na contaminada capital, Santiago, o diesel com baixo conteúdo de enxofre permitirá a aplicação de modernas tecnologias catalíticas, acrescenta o comunicado.
O projeto inclui além do mais uma estação de carga de hidrogênio para caminhões e uma planta de dióxido de carbono para abastecer outros clientes.
Segundo teria destacado o membro da diretoria da Linde e gerente geral da Linde Gas and Engineering, Aldo Belloni, este projeto de hidrogênio é o primeiro projeto in loco deste tipo na América Latina. Agregou que estes investimentos são a maneira da empresa de responder à crescente demanda de combustíveis mais amigáveis com o meio ambiente, especialmente em áreas metropolitanas.
O acordo convertirá a Linde no maior provedor de gases técnicos do Chile, se lê no comunicado.



Fonte: BNamericas
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar