acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Hidrelétricas

Ligeira melhora nos reservatórios

25/02/2014 | 12h15

 

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) projeta uma pequena melhora no nível dos reservatórios do subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o mais importante do país, no fim de fevereiro. A nova previsão do operador é de que os reservatórios das regiões fechem o mês em 35,7%, um pouco acima da estimativa anterior de 34,2%. Nesta segunda-feira, 24, o nível de armazenamento real fechou em 35,25%, o mais baixo desde 2001, ano do racionamento de energia.
A ligeira melhora no nível dos reservatórios não pode ser atribuída às chuvas. A previsão meteorológica indica chuvas fracas para esta semana nas bacias dos rios Grande, Paraíba do Sul, Paranaíba, Uruguai, Jacuí e Iguaçu, além de chuvas moderadas nas bacias dos rios Paranapanema e Tietê. As afluências de fevereiro no subsistema Sudeste/Centro-Oeste devem fechar como a 2ª pior para este mês em 84 anos de registro.
Adicionalmente, o ONS reviu para a cima sua previsão para o nível dos reservatórios do Nordeste no fim de fevereiro. A previsão atual é de 41,5%, ante 41% divulgado anteriormente. Contudo, pode ser que essa previsão seja superada. Ontem, os reservatórios encerraram o dia com um nível de 42,39%, graças à transferência de energia do Norte para a região. O operador disse que as afluências registradas este mês no Nordeste deverão fechar como a pior para o mês desde 1931.
O operador também reviu para baixo a sua previsão de consumo de energia para fevereiro. A estimativa agora é de que a carga de energia, que é a soma do consumo com as perdas, cresça 8,9% em fevereiro de 2014 frente a igual mês do ano passado, para 70,14 mil MW médios. A previsão anterior era de uma alta de 13,8% no mesmo período de comparação, para 73,271 mil MW médios.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) projeta uma pequena melhora no nível dos reservatórios do subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o mais importante do país, no fim de fevereiro. A nova previsão do operador é de que os reservatórios das regiões fechem o mês em 35,7%, um pouco acima da estimativa anterior de 34,2%. Nesta segunda-feira, 24, o nível de armazenamento real fechou em 35,25%, o mais baixo desde 2001, ano do racionamento de energia.

A ligeira melhora no nível dos reservatórios não pode ser atribuída às chuvas. A previsão meteorológica indica chuvas fracas para esta semana nas bacias dos rios Grande, Paraíba do Sul, Paranaíba, Uruguai, Jacuí e Iguaçu, além de chuvas moderadas nas bacias dos rios Paranapanema e Tietê. As afluências de fevereiro no subsistema Sudeste/Centro-Oeste devem fechar como a 2ª pior para este mês em 84 anos de registro.

Adicionalmente, o ONS reviu para a cima sua previsão para o nível dos reservatórios do Nordeste no fim de fevereiro. A previsão atual é de 41,5%, ante 41% divulgado anteriormente. Contudo, pode ser que essa previsão seja superada. Ontem, os reservatórios encerraram o dia com um nível de 42,39%, graças à transferência de energia do Norte para a região. O operador disse que as afluências registradas este mês no Nordeste deverão fechar como a pior para o mês desde 1931.

O operador também reviu para baixo a sua previsão de consumo de energia para fevereiro. A estimativa agora é de que a carga de energia, que é a soma do consumo com as perdas, cresça 8,9% em fevereiro de 2014 frente a igual mês do ano passado, para 70,14 mil MW médios. A previsão anterior era de uma alta de 13,8% no mesmo período de comparação, para 73,271 mil MW médios.

 



Fonte: Diário do Nordeste
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar