acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Leilão Hídrico A-5 será realizado hoje

30/07/2010 | 09h56
Nesta sexta-feira (30), será relizado o leilão hídrico A-5, de energia provenientes de hidrelétricas com previsão de suprimento a partir de 2015. De acordo com o edital aprovado, o leilão colocará em disputa quatro usinas hidrelétricas: Garibaldi, Colíder, Ferreira Gomes e Santo Antônio do Jari, com investimentos previstos de R$ 3 bilhões, mas o custo da energia proposto limitou o interesse dos grupos privados.


Garibaldi, cuja potência instalada é de 177,9 MW, teve o preço-teto inicial fixado em R$ 133 por MW/hora (MWh); Colíder (300 MW) será negociadas inicialmente a R$ 116 o MWh; Ferreira Gomes (252 MW) obteve preço-teto de R$ 83 por MWh; e Santo Antônio do Jari (300 MW) terá o preço da energia iniciado a R$ 100 por MWh.


Cabe observar que Santo Antônio do Jari já foi leiloada, outorgada e construída. Sua participação no leilão será exclusivamente voltada para a comercialização da energia elétrica. Além das quatro usinas hidrelétrica já cadastradas, também poderão participar da segunda fase do leilão pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) que forem habilitadas tecnicamente pela Empresa de Pesquisa Energética – EPE.


As subsidiárias da Eletrobras vão estar presentes na maioria dos consórcios formados. Furnas será sócia da Neoenergia e da Andrade Gutierrez na disputa por Colíder, no rio Teles Pires. A Eletronorte fará parceria também com a Neoenergia para a usina de Ferreira Gomes, no Amapá, e a Eletrosul se associou à Desenvix e à Copel para disputar Garibaldi, que fica em Santa Catarina.


Algumas fontes dizem que a Alusa também deve disputar Garibaldi junto com a Celesc. Mas nenhum dos consórcios formados foi divulgado pelo governo e as empresas não falam do assunto. É dado como certo que CPFL, GDF Suez, Cemig e Odebrecht fiquem de fora da disputa, mas não há confirmação das empresas.
 
 
As três usinas têm capacidade conjunta de gerar 730 MW e ainda será leiloada a energia da usina de Santo Antônio de Jari, num total de 1.000 MW a serem negociados hoje.


O governo está confiante na competição, mas os empreendedores revelam o descontentamento com os valores impostos pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE).


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar