acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Eletricidade

Leilão de energia para suprimento em 2018 tem 7,5 mil MW inscritos

10/07/2013 | 15h57
Leilão de energia para suprimento em 2018 tem 7,5 mil MW inscritos
Projeto da Usina Sinop (MT). Copel Projeto da Usina Sinop (MT). Copel

 

A fase cadastramento de projetos interessados em participar do primeiro Leilão de Energia A-5/2013, que será realizado no dia 29 de agosto para abastecer o mercado consumidor do país no ano de 2018, foi encerrada totalizando 68 empreendimentos inscritos. A capacidade instalada das usinas cadastradas na Empresa de Pesquisa Energética (EPE) soma 7.552 megawatts (MW), entre termelétricas e hidrelétricas.
Entre as 12 hidrelétricas inscritas da EPE, a usina Sinop deverá ser a única a entrar neste primeiro leilão para 2018. O empreendimento, que terá potência instalada de 400 MW e está situado no rio Teles Pires (MT), possui a Licença Ambiental Prévia exigida no processo de habilitação técnica.
A maior parte dos outros projetos hidrelétricos cadastrados na EPE para o leilão de agosto ainda não obteve a Licença Prévia necessária para participar desse certame. No entanto, eles poderão, eventualmente, ser incluídos no segundo Leilão de Energia A-5/2013, agendado pelo governo para o dia 13 de dezembro. Neste grupo está a UHE São Manoel, também no rio Teles Pires, com 700 MW de capacidade instalada.

A fase cadastramento de projetos interessados em participar do primeiro Leilão de Energia A-5/2013, que será realizado no dia 29 de agosto para abastecer o mercado consumidor do país no ano de 2018, foi encerrada totalizando 68 empreendimentos inscritos. A capacidade instalada das usinas cadastradas na Empresa de Pesquisa Energética (EPE) soma 7.552 megawatts (MW), entre termelétricas e hidrelétricas.


Entre as 12 hidrelétricas inscritas da EPE, a usina Sinop deverá ser a única a entrar neste primeiro leilão para 2018. O empreendimento, que terá potência instalada de 400 MW e está situado no rio Teles Pires (MT), possui a Licença Ambiental Prévia exigida no processo de habilitação técnica.


A maior parte dos outros projetos hidrelétricos cadastrados na EPE para o leilão de agosto ainda não obteve a Licença Prévia necessária para participar desse certame. No entanto, eles poderão, eventualmente, ser incluídos no segundo Leilão de Energia A-5/2013, agendado pelo governo para o dia 13 de dezembro. Neste grupo está a UHE São Manoel, também no rio Teles Pires, com 700 MW de capacidade instalada.



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação com Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar