acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Leilão de Energia A-5 está aberto para fontes eólicas

26/08/2011 | 17h59
O setor de energia eólica poderá participar do Leilão de Energia A-5 de 2011, voltado para o atendimento do mercado no ano de 2016 a partir da contratação de energia gerada por novos empreendimentos, que será realizado no dia 20 de dezembro, conforme a Portaria nº 498/11 do Ministério de Minas e Energia, publicada nesta sexta-feira (26) no Diário Oficial da União. O prazo dos contratos de compra e venda de energia terá prazo de vinte anos de duração para todas as fontes, a exceção da hídrica, cujos contratos terão trinta anos de duração.
 

De acordo com a Portaria, o processo de cadastramento de usinas interessadas em participar do Leilão se encerrará às 12 horas do dia 20 de setembro junto à Empresa de Pesquisa Energética – EPE, que divulagará o início das inscrições em data oportuna.

 

Confiança dos investidores

 

Para a ABEEólica, a comercialização de quase 2 mil megawatts nos leilões de reserva e A-3 atingiu a meta do segmento. A associação considera fundamental a manutenção deste patamar para garantia da nossa expansão. A eólica hoje representa 0,9% da matriz energética e em 2014 representará 5,4%. Para manter a sustentabilidade da indústria eólica, a entidade considera muito importante a participação da eólica no leilão de A-5.
 

A oportunidade aberta pela competição entre as fontes em nosso país acontece num momento em que os mercados americano e europeu estão deprimidos. Assim, os principais fornecedores voltaram-se de maneira firme e consistente para cá, antecipando em anos as projeções de negócios para a nossa região num processo de alinhamento que tem resultado na venda de mais energia por valores competitivos.
 

Para a ABEEólica, a confiança dos investidores é fruto sobretudo do ambiente favorável propiciado pelo esforço dos estados da federação no estímulo à geração de energia eólica no Brasil, o que tem acentuado o otimismo para o desenvolvimento dos projetos. 


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar