acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
11ª Rodada

Leilão da ANP traz novas perspectivas para prestadores de serviços

16/05/2013 | 16h30

 

O sócio-diretor da consultoria BDO, Wlamir Martins, responsável pelo desenvolvimento de Novos Negócios da empresa no país, acredita que, com a arrecadação recorde obtida na 11ª Rodada de Licitações para exploração de petróleo e gás, realizada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) haverá uma natural “oxigenação” no mercado.
“Teremos ‘novos’ players no mercado, alguns efetivamente entrantes, e com isso novas parcerias serão montadas entre operadores e fornecedores. O natural aumento da demanda de contratação de bens e serviços e a necessidade de novos investimentos em tecnologias e melhorias de processos - necessários ao volume de investimentos que será feito - vão permitir a entrada de novos fornecedores, principalmente médios e pequenos”, ressalta o executivo.
Para Martins, entre os serviços que devem ser demandados inicialmente pela cadeia de fornecedores estão Auditoria, Due-diligence, Assessoria para obtenção de “funding”, Assessoria Tributária, Constituição de Empresas, Assessoria aos funcionários expatriados, Assessoria em fusões e aquisições, entre outros.
“Acreditamos que o ótimo desempenho do leilão trará novas oportunidades de negócios para a BDO. Com isso, a área de petróleo e gás pode vir a representar 10% do valor do faturamento projetado nacionalmente pela empresa até 2014, cuja expectativa é chegar a R$ 100 milhões”, completa.

O sócio-diretor da consultoria BDO, Wlamir Martins, responsável pelo desenvolvimento de Novos Negócios da empresa no país, acredita que, com a arrecadação recorde obtida na 11ª Rodada de Licitações para exploração de petróleo e gás, realizada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) haverá uma natural “oxigenação” no mercado.


“Teremos ‘novos’ players no mercado, alguns efetivamente entrantes, e com isso novas parcerias serão montadas entre operadores e fornecedores. O natural aumento da demanda de contratação de bens e serviços e a necessidade de novos investimentos em tecnologias e melhorias de processos - necessários ao volume de investimentos que será feito - vão permitir a entrada de novos fornecedores, principalmente médios e pequenos”, ressalta o executivo.


Para Martins, entre os serviços que devem ser demandados inicialmente pela cadeia de fornecedores estão Auditoria, Due-diligence, Assessoria para obtenção de “funding”, Assessoria Tributária, Constituição de Empresas, Assessoria aos funcionários expatriados, Assessoria em fusões e aquisições, entre outros.


“Acreditamos que o ótimo desempenho do leilão trará novas oportunidades de negócios para a BDO. Com isso, a área de petróleo e gás pode vir a representar 10% do valor do faturamento projetado nacionalmente pela empresa até 2014, cuja expectativa é chegar a R$ 100 milhões”, completa.

 



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar