acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petroquímica

Lanxess pode fechar a compra da Petroflex

12/12/2007 | 00h00

São Paulo - O grupo alemão Lanxess está negociando a compra da empresa petroquímica brasileira Petroflex, por aproximadamente R$ 800 milhões. Ainda restam algumas dúvidas sobre o negócio, mas o presidente mundial da Lanxess veio ao Brasil com a expectativa de assinar contrato nos próximos dias.
A Petroflex é a maior fabricante de borracha sintética da América Latina, com um faturamento aproximado de R$ 1,7 bi por ano. Há tempos se fala de uma possível venda da empresa, que era controlada pela Suzano Petroquímica, Unipar e Braskem. Mas as brigas entre os sócios e as dúvidas sobre sua situação financeira dificultaram a realização do negócio.

Com a recente reestruturação do setor petroquímico, o controle da Petroflex passou a ser dividido entre a Braskem, com 33,46% das ações, e a Unipar, com 16,78%. Embora tenha vendido a Suzano Petroquímica para a Petrobrás, David Pfeffer tinha ações em seu nome e continuou como importante acionista da Petroflex.



Fonte: O Estado de S. Paulo
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar