acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Reconhecimento

José Mauro Ferreira Coelho, diretor da EPE será agraciado com a Medalha Tiradentes no Rio

21/02/2018 | 13h15

O diretor de estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis da EPE - Empresa de Pesquisa Energética, José Mauro Ferreira Coelho será agraciado no próximo mês de março com a Medalha Tiradentes, comenda mais importante do Poder Legislativo do Rio de Janeiro. A concessão da Medalha foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Rio, em sessão realizada no último dia 7 de fevereiro. A propositura foi proposta pelo Deputado Milton Rangel.

Para o presidente executivo da UDOP, Antonio Cesar Salibe, a homenagem é mais do que justa. "José Mauro é hoje uma das pessoas mais importantes no contexto dos biocombustíveis na EPE. Sendo considerado, inclusive, um dos pais do RenovaBio, programa que irá revolucionar toda a cadeia bioenergética, e ouso dizer, o melhor programa mundial de mitigação da emissão de gases de efeito estufa, com incentivos para a produção e uso de biocombustíveis", destacou Salibe.

A solenidade de outorga da Medalha Tiradentes ainda não foi agendada. Uma pré-agenda para o dia 30 de março de 2018, na própria ALERJ está sendo divulgada.

Sobre a Medalha Tiradentes

A Medalha Tiradentes é a mais importante do Poder Legislativo do Rio de Janeiro, destinada a premiar personalidades que tenham prestado relevantes serviços à causa pública.

Foi instituída por ocasião das comemorações do bicentenário da Inconfidência Mineira, em 21 de abril de 1989, representando um marco histórico na perpetuação do Poder Legislativo do Estado do Rio de Janeiro.

Em seu anverso, traz a efígie do Protomártir da Independência, o republicano libertário, Alferes Joaquim José da Silva Xavier, Tiradentes. No seu reverso, a inscrição latina "Libertas Quae Sera Tamen" (Liberdade ainda que tardia), circundada pelo contorno geográfico do Brasil.

O prédio do Palácio Tiradentes, sede do Legislativo do Estado, constituiu-se num significado testemunhal, culminando por motivar a criação da comenda. Foi construído, em 1926, sobre os alicerces da então Cadeia Pública, para onde Tiradentes, advindo de sua prisão da Rua dos Latoeiros, foi conduzido e permaneceu em calabouço, por um curto período, aguardando a leitura da sentença de sua execução à forca, no Largo da Lampadosa, em 21 de abril de 1792.

Na lista de autoridades e personalidades contempladas com a láurea estão o Papa Bento XVI; Jacques Chirac, ex-presidente da França; ministros Luiz Fux (STJ) e Celso Amorim (Relações Exteriores); Geraldo Alckmin, governador de São Paulo; entre outros. Empresas como Petrobras, Rede Globo, Infraero e Rede Record também já foram contempladas com a comenda.

 

 



Fonte: Redação/Assessoria UDOP
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar