acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
América do Sul

Joint-ventures de petróleo e gás seriam negociados na bolsa de Caracas

10/08/2006 | 00h00

O Ministério de Energia e Petróleo da Venezuela e a bolsa de valores de Caracas estão avaliando maneiras para que os novos projetos de petróleo e gás natural consigam dinheiro negociando na bolsa, informou à BNamericas o presidente desta última entidade, Nelson Ortiz.

As ações seriam disponibilizadas pelas empresas de risco compartilhado que operam os projetos, que incluem socieades entre a petroleira estatal venezuelana PDVSA e as empresas privadas.
 
"A maneira realista de fazer isso é projeto por projeto", defende Ortiz, que acrescenta que a PDVSA não negociará ações sozinha no mercado no curto prazo.

"Com as taxas de juros atuais, é uma maneira mais econômica de financiar-se. Além do mais, assim se incorpora aos trabalhadores como acionistas e, o mais improtante, ao venezuelano comum", declarou.

A Suelopetrol é a única petroleira que tem ações na Venezuela e é um dos cinco maiores produtores de petróleo do mundo.

Ortiz efetuou as declarações no marco de um cerimônia para lançar a licitação por quatro novas licenças de exploração e produção do gás, que no total requereram ao menos US$ 2 bilhões em investimentos.



Fonte: BNamericas
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar