acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Japão volta a utilizar energia nuclear

02/07/2012 | 08h46

 

O religamento da usina nuclear de Ohi, ocorrido no domingo (1º) em Osaka,  atraiu dezenas de manifestantes que exigem o congelamento do programa nuclear japonês, informou a Associated Press.
O reator número três foi configurado para reiniciar em meio a preocupações sobre a escassez de energia e oposição pública à geração de energia nuclear, na esteira do pior desastre atômico desde Chernobyl. Todos os 50 reatores do Japão ficaram desligados para verificações de segurança depois do terremoto seguido de tsunami que levou ao acidente na estação de Fukushima.
A Kansai Electric Power, operadora da Ohi, não estava imediatamente disponível para comentar o assunto.
Ao mesmo tempo, a Tepco, operadora da unidade acidentada de Fukushima disse que o sistema de refrigeração da piscina de combustível nuclear usado no reator de número quatro foi interrompido ontem após o disparo de um alarme. A empresa afirmou, em comunicado, que não detectou qualquer vazamento no local.

O religamento da usina nuclear de Ohi, ocorrido no domingo (1º) em Osaka,  atraiu dezenas de manifestantes que exigem o congelamento do programa nuclear japonês, informou a Associated Press.


O reator número três foi configurado para reiniciar em meio a preocupações sobre a escassez de energia e oposição pública à geração de energia nuclear, na esteira do pior desastre atômico desde Chernobyl. Todos os 50 reatores do Japão ficaram desligados para verificações de segurança depois do terremoto seguido de tsunami que levou ao acidente na estação de Fukushima.

A Kansai Electric Power, operadora da Ohi, não estava imediatamente disponível para comentar o assunto.


Ao mesmo tempo, a Tepco, operadora da unidade acidentada de Fukushima disse que o sistema de refrigeração da piscina de combustível nuclear usado no reator de número quatro foi interrompido ontem após o disparo de um alarme. A empresa afirmou, em comunicado, que não detectou qualquer vazamento no local.



Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar