acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
UPB

Itaboraí deve receber investimento da Petrobras que vão gerar empregos

16/03/2006 | 00h00

Nem Itaguaí, nem Campos. A cidade de Itaboraí deverá ser a escolhida para abrigar a nova refinaria da Petrobras. A decisão, segundo fontes do setor de energia, já teria sido tomada há 15 dias e levou em conta aspectos meramante técnicos. O investimento feito pela Petrobras e pelo Grupo Ultra será de 3,5 bilhões de dólares (R$ 7,3 bilhões). A estatal não confirmou a escolha por Itaboraí. Informou apenas que bate o martelo no fim deste mês.

No entanto, a questão já é tida como fechada. O deputado federal Alexandre Santos (PMDB-RJ) disse que o empreendimento vai gerar 130 mil empregos diretos e indiretos até 2010, quando a refinaria começa a funcionar. Desse total, 30 mil seriam para a montagem da infra-estrutura necessária. Outras 22 mil pessoas trabalhariam na própria refinaria. “Os demais empregos viriam das fábricas que se instalariam nas proximidades da refinaria”, disse o deputado.

Ainda segundo ele, a provável escolha por Itaboraí considerou o fato de a cidade ser um ponto estratégico para absorver a atual produção da Bacia de Campos e dois recém-descobertos poços de extração de petróleo, em Saquarema e Maricá. Além disso, ficaria próxima dos portos do Rio e de Niterói, usados para o escoamento da produção. “A nova refinaria terá três vezes a capacidade de produção da de Duque de Caxias (Reduc), podendo processar até 150 mil barris de petróleo por dia”, afirmou Alexandre Santos.



Fonte: O Dia
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar