acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Iraque planeja 4a rodada de licitações para contratos de gás

03/01/2011 | 11h16
O Iraque está considerando realizar uma quarta rodada de licitações para empresas internacionais interessadas em explorar contratos de gás, afirmaram oficiais do governo neste domingo.


O país "inicialmente" vai oferecer 12 blocos de exploração, disse o ministro do Petróleo, Abdul Kareem Luaibi, a jornalistas.


Ele não deu mais detalhes, mas Abdul-Mahdy al-Ameedi, chefe do departamento responsável por contratar e emitir licenças, disse à Reuters que a medida será apenas para blocos de gás, uma vez que o Iraque não precisa leiloar campos de petróleo após as duas rodadas de 2009.


"A quarta rodada que o Iraque está preparando será para a exploração de blocos de gás", disse Ameedi.


Bagdá assinou uma série de acordos com empresas globais para desenvolver alguns dos maiores campos de óleo e impulsionar seu potencial de produção de petróleo bruto para 12 milhões de barris por dia nos próximos seis a sete anos.


A produção atual é de mais de 2,7 milhões de barris por dia, disse Luaibi, acrescentando que esta é a primeira vez que se chegou a este nível em 20 anos.


"Isso foi alcançado através do esforço do Iraque e do trabalho das companhias internacionais", acrescentou Luaibi.


Membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), o Iraque detém a quarta maior reserva de petróleo do mundo, mas luta para elevar a produção de petróleo próximo de 3 milhões de barris por dia, como produzia no final dos anos 1980, antes de o país ter invadido o Kwait.


As exportações de petróleo em dezembro subiram para 1,951 milhão de barris por dia, ante 1,912 milhão de barris de novembro, segundo o ministro. Ele acrescentou que a expectativa é de exportar 2 milhões de barris por dia, devido ao excesso de petróleo estocado no mês anterior.


Fonte: Agência Reuters
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar