acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Investimentos estrangeiros continuam fortes na China

16/11/2011 | 12h05
O investimento estrangeiro direto (IED) na China subiu quase 16% nos primeiros 10 meses de 2011, com capital continuando a migrar para a economia de maior crescimento do mundo apesar da lentidão global.

A China atraiu US$ 95 bilhões em IED até outubro, alta de 15,9% em relação ao mesmo período de 2010, informou o Ministério de Comércio nesta quarta-feira, a caminho outro recorde anual de entrada de recursos.

O crescimento do IED desacelerou ligeiramente após a taxa de 17% registrada nos primeiros nove meses, pressionado por influxos mais lentos vindos dos Estados Unidos e da Europa.

Apenas em outubro, a China atraiu US$ 8,3 bilhões em IED, alta de 8,75% em relação a outubro do ano passado.

A entrada de investimentos, que disparou nos anos após a adesão da China à Organização Mundial do Comércio (OMC), em 2001, recuperou-se fortemente dos efeitos negativos da desaceleração econômica global.

Enquanto isso, o investimento externo da China subiu 14,1% nos primeiros 10 meses do ano, para US$ 46,3 bilhões, incluindo 15,6 bilhões de fusões e aquisições, segundo o ministério.

A China tem encorajado suas empresas a investir no exterior para melhorar sua competitividade e ajudar a aliviar a pressão de alta sobre o iuan, gerada pelo forte influxo de capital.

O ministério também alertou que a perspectiva pode ser ruim para as exportações chinesas neste ano e no começo do ano que vem, enquanto a Europa luta para conter sua crise de dívida e os EUA buscam estimular sua frágil recuperação.

As exportações da China cresceram 15,9% em outubro na comparação anual, a taxa de expansão mais lenta dos últimos oito meses.


Fonte: Agência Reuters
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar