acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
CTC/PUC-RIO

Investimento de R$6,5 milhões em novos laboratórios e equipamentos com recursos da Finep

15/02/2011 | 15h08
O Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio) comemora o convênio firmado com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, que lhe permitirá receber R$ 6,5 milhões (seis milhões e meio de reais) para ampliação da infraestrutura dos laboratórios dos seus programas de pós-graduação e pesquisa. Foram contemplados oito sub-projetos desenvolvidos pelo CTC/PUC-Rio inscritos nas áreas de Física, Química, Engenharia de Materiais, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia de Materiais, Engenharia Mecânica, Engenharia Industrial, Matemática, Metrologia, Informática e Telecomunicações. Alguns deles também são desenvolvidos em parceria com as áreas de Economia, Psicologia, Geografia, Relações Internacionais e Educação.

 

O vice-decano do CTC/PUC-Rio, Luiz da Silva Mello, conta que todos os sub-projetos propostos pelo Centro Técnico Científico foram aprovados e conquistaram a maior parte do financiamento dado à PUC-Rio. Ele explica que, atualmente, para se candidatar, a universidade precisa ter, pelo menos, um programa de pós-graduação com doutorado e o valor solicitado é proporcional ao número de programas da instituição. “O CTC/PUC-Rio possui 21 programas de pós-graduação com doutorado e receberemos do Finep o valor do total dos benefícios concedidos em três parcelas, sendo a primeira em 2011. Esse montante está distribuído, predominantemente, em projetos interdisciplinares”, afirma, lembrando que, antigamente, apenas as instituições federais podiam candidatar-se aos programas de apoio à infraestrutura, mas depois o mesmo foi ampliado às universidades públicas estaduais e agora estendido às instituições privadas de pesquisa e pós-graduação.

 

Os recursos recebidos pelo CTC/PUC-Rio serão utilizados na compra de equipamentos de grande porte, que não são contemplados em outros tipos de editais de fomento à pesquisa, e alguns de menor porte, mas igualmente necessários ao desenvolvimento de estudos em áreas interdisciplinares. Silva Mello destaca o projeto em Nanotecnologia como o que irá receber a maior parte do investimento: um total de R$ 2,1 milhões. “Para o projeto de nanotecnologia serão comprados três equipamentos de grande porte”,  reforçando que atualizar os equipamentos em áreas como a Física e a Nanotecnologia, que precisam estar sempre alinhadas à tecnologia de ponta, será muitíssimo importante.

 

O vice-decano aponta, ainda, dois aspectos que serão trabalhados a partir da verba da Finep: “alavancar as áreas interdisciplinares e iniciar pesquisas em novas áreas.” Os sub-projetos contemplados na PUC-Rio são: Consolidação do Núcleo Integrado Nanotecnologia, Infraestrutura de Pesquisa em Aplicações em Tecnologia de Informação e Comunicações, Sistemas de Automação e Robótica Inteligentes, Computação de Alto Desempenho para análise, Modelagem, Gestão e Otimização de Riscos Financeiros e Atuariais, Consolidação de Infraestrutura Laboratorial para uma Engenharia Sustentável, Infraestrutura para Pesquisa e Desenvolvimento de Biotecnologia Avançada, Laboratório de Pesquisa em países do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), e Tecnologia na Formação de Pesquisadores em Educação no Século XXI.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar