acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Prominp

Inscrições para curso superior começam dia 29

23/06/2006 | 00h00

O Prominp lançou o edital de seleção pública para os cursos de nível superior do primeiro ciclo de seleção do Plano Nacional de
Qualificação Profissional do Promin. Nesta etapa serão oferecidas 4.050 vagas, 2.835 serão destinadas aos alunos “públicos” (que se inscreverão por conta própria), e 1.215 vagas para alunos indicados por empresas.

Além do curso gratuito, os candidatos selecionados que estiverem fora do mercado de trabalho e de acordo com os pré-requisitos o edital receberão ajuda de custo R$ 900. No caso do aluno-empresa, o Prominp irá custear metade do valor do curso, ficando a outra metade a cargo da empresa que fizer a indicação.

A seleção abrange nove estados brasileiros: Amazonas (Manaus), Bahia (Salvador), Espírito Santo (Vitória), Minas Gerais (Belo Horizonte), Paraná (Curitiba), Pernambuco (Recife), Rio de Janeiro (Rio de Janeiro), Rio Grande do Sul (Porto Alegre) e São Paulo (São Paulo Capital e Paulínia).

Nos próximos dois anos serão oferecidas, via concurso público, 70 mil vagas para alunos de níveis básico, médio, técnico de nível médio e superior.

As inscrições para o concurso de nível superior do primeiro ciclo
serão de 29 de junho a 06 de julho e podem ser feitas no Portal de Qualificação do Prominp (www.prominp.com.br) ou nas agências dos Correios indicadas no Edital. A prova nacional será no dia 06 de agosto de 2006.

Plano de Qualificação

O Plano Nacional de Qualificação Profissional do Prominp visa o
treinamento gratuito de cerca de 70 mil profissionais de nível básico, médio, técnico de nível médio e superior, nos próximos dois anos, em 150 categorias consideradas críticas para o setor de petróleo e gás. Estão previstos 750 cursos e 5.400 turmas em 17 estados da Federação, envolvendo mais de 50 instituições de ensino em todo país. A operacionalização dos contratos será feita pela Abemi (Associação Brasileira de Engenharia Industrial), que é a entidade-âncora do Plano.

O Plano de Qualificação será implantado nos próximos dois anos, em quatro ciclos semestrais, sendo que para cada ciclo haverá uma seleção pública para identificar os candidatos que participarão dos cursos no semestre subseqüente. Neste primeiro ciclo, serão selecionados 11.040 mil profissionais em dez estados brasileiros.

Os estados e regiões contemplados nos quatro ciclos são: Alagoas  (Maceió); Amazonas (Coari e Manaus); Bahia (Salvador); Ceará (Fortaleza); Espírito Santo (Vitória e Linhares); Mato Grosso do Sul (Três Lagoas); Minas Gerais (Belo Horizonte); Paraíba (João Pessoa); Paraná (Curitiba); Pernambuco (Recife); Rio de Janeiro (Rio de Janeiro); Rio Grande do Norte (Mossoró); Rio Grande do Sul (Porto Alegre e Rio Grande); Rondônia (Porto Velho), Santa Catarina (Itajaí), São Paulo (Paulínia, Santos, São José dos Campos e região metropolitana de São Paulo), e Sergipe (Aracaju).



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar