acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Indústria

INPI aprofunda colaboração com escritórios de propriedade industrial na América do Sul

19/12/2011 | 09h37
A cooperação entre os institutos responsáveis pela área da propriedade industrial nos países da América do Sul foi aprofundada na sexta-feira (16) em Quito, no Equador. Durante o encontro, foram acertadas as bases para se avançar na colaboração técnica para o exame de patentes e de marcas. “A gente abriu uma discussão sobre a possibilidade de criação de um sistema de registro de marca comum aos países da América do Sul”, disse o presidente do Instituto Nacional da Propriedade Industrial do Brasil (INPI), Jorge Ávila.

Ficou estabelecido também que no final de março de 2012, durante reunião em Lima, no Peru, será formalizada, por meio de convênio, a figura do Programa de Integração Sul-Americana (Pro-Sul), formado por nove autoridades de propriedade industrial do continente.

No âmbito do Brasil, o presidente do INPI declarou que a meta é abrir, em março, a possibilidade de os cidadãos fazerem o pedido de registro de patentes pela internet, a exemplo do que já ocorre em relação aos pedidos de marcas.

“Ao mesmo tempo, no contexto da associação que envolve nove institutos da propriedade industrial da América do Sul, a gente vai desenvolver, no âmbito do Pro-Sul, um portal de serviços dando acesso mais fácil aos cidadãos dos países envolvidos na cooperação aos serviços por eles oferecidos”, disse Ávila.

O presidente do INPI avaliou que o trabalho está avançando bastante, tanto em termos de Brasil, com a reestruturação do órgão, automação e ingresso de novos pesquisados, previsto para ocorrer em 2012, como no flanco internacional, “em particular na cooperação sul-americana”.


Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar