acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Combustíveis

Inflado pelos impostos, preço da gasolina no Brasil é o dobro do cobrado nos EUA

03/03/2006 | 00h00

A gasolina está mais cara para os brasileiros do que para os estrangeiros. Pesquisa feita pela RC Consultores mostra que, nas refinarias, a diferença entre a gasolina daqui e a vendida no exterior chegou a 17,6% em fevereiro e deverá se manter perto deste patamar em março (16,5%). Nas bombas, entretanto, a diferença é ainda maior. O valor pago pelo litro da gasolina no Brasil é o dobro do cobrado nos postos dos Estados Unidos.

Os impostos federais - PIS, Cofins e Cide - somam R$ 0,54 sobre o litro da gasolina. Adicionado o ICMS, os tributos somam R$ 1,21 por litro no Rio de Janeiro, calcula Alísio Mendes Vaz, vice-presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicomb). Em um preço de R$ 2,60 na bomba, a carga tributária é, portanto, 47%.

- A referência para o preço do petróleo nacional é a commodity internacional e, se o preço da gasolina caiu lá fora, poderia ter caído aqui dentro. Influiu negativamente, é claro, a valorização do real frente ao dólar. Mas não precisa reduzir a Cide, basta o governo decidir baixar o preço da gasolina - avalia o economista Fábio Silveira, da RC Consultores, que conduziu a pesquisa.

Em sua avaliação, a gasolina ainda deve subir cerca de 3% este mês, para desespero dos consumidores.

- Isso provocará um impacto de 0,20 ponto percentual na inflação do mês (IPCA - Índice de Preços ao Consumidor Amplo). Um inconveniente desnecessário, já que bastava o governo baixar o preço da gasolina para conter essa alta da inflação - afirma.

Se a diferença salta aos olhos na comparação entre Brasil e Estados Unidos, em relação à Venezuela, onde o combustível é artificialmente mantido em baixa, a diferença ultrapassa 2.000%, uma vez que o litro do combustível custa cerca de R$ 0,11.

- A PDVSA (estatal venezuelana de petróleo) consegue lucrar com preços mais baixos no mercado interno porque cerca de 60% da produção vai para o exterior, sobretudo para os Estados Unidos - explica Adriano Pires, diretor do Centro Brasileiro de Infra-estrutura (CBIE).

Para Pires, a formação do preço da gasolina no Brasil é uma caixa preta, mas lembra que a Petrobras teve lucro recorde no ano passado, mesmo tendo reajustado o preço da gasolina em apenas 10%, quando no mercado internacional os preços subiram 50%. Cem milhões de litros de anidro serão substituídos por 100 milhões de litros de gasolina a mais, o que permitirá um acréscimo na receita tributária de R$ 28 milhões.

- O preço da gasolina não tem regra definida no Brasil. A única coisa de concreto nesse sentido é que ninguém, além do governo e da Petrobras, sabe como esse preço é formado. Mas a gasolina pura tem toda a carga de impostos e se diminuiu o teor de álcool no litro da gasolina em 5 pontos percentuais (de 25% para 20%), é claro que o preço do combustível tem que subir.



Fonte: Jornal do Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar