acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Acidente

Incêndio no Porto de Santos atinge cinco armazéns da Copersucar

18/10/2013 | 10h26

 

Um incêndio iniciado por volta das seis horas da manhã desta sexta-feira atinge cinco armazéns do terminal da Copersucar, no Porto de Santos. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), o fogo afeta os terminais 20 e 21, no cais, e 6, 11 e 15, na retaguarda do porto. 
Esses armazéns têm capacidade para armazenar entre 50 mil e 100 mil toneladas de açúcar. 
O incêndio começou na esteira do armazém 20. O equipamento é feito de borracha e, por isso, o fogo se alastrou rapidamente. O teto do armazém 11, com capacidade de cem mil toneladas, desabou, assim como uma das esteiras.
De acordo com a assessoria da Codesp, o fogo ainda não foi controlado e várias equipes de bombeiros estão resfriando as instalações em volta dos armazéns afetados para evitar que o incêndio se alastre ainda mais. O plano de emergência de Santos foi acionado, mas, com exceção do terminal da Copersucar, todo o resto do porto funciona normalmente. 
Houve três feridos leves, com pequenas escoriações, que já foram atendidos e passam bem.

Um incêndio iniciado por volta das seis horas da manhã desta sexta-feira atinge cinco armazéns do terminal da Copersucar, no Porto de Santos. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), o fogo afeta os terminais 20 e 21, no cais, e 6, 11 e 15, na retaguarda do porto. 


Esses armazéns têm capacidade para armazenar entre 50 mil e 100 mil toneladas de açúcar. 


O incêndio começou na esteira do armazém 20. O equipamento é feito de borracha e, por isso, o fogo se alastrou rapidamente. O teto do armazém 11, com capacidade de cem mil toneladas, desabou, assim como uma das esteiras.


De acordo com a assessoria da Codesp, o fogo ainda não foi controlado e várias equipes de bombeiros estão resfriando as instalações em volta dos armazéns afetados para evitar que o incêndio se alastre ainda mais. O plano de emergência de Santos foi acionado, mas, com exceção do terminal da Copersucar, todo o resto do porto funciona normalmente. 


Houve três feridos leves, com pequenas escoriações, que já foram atendidos e passam bem.

 



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar