acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Incêndio fecha oleoduto de petróleo do Iraque para a Turquia

27/08/2012 | 12h12

 

Um incêndio em um oleoduto que carrega cerca de 1/4 das exportações de petróleo do Iraque forçou o fechamento do canal nesta segunda-feira (27) e interrompeu os embarques no terminal de exportação turco de Ceyhan, disseram autoridades da segurança e de embarque.
A causa do incêndio do oleoduto Kirkuk-Ceyhan, na província turca de Sirnak, próxima da fronteira do Iraque, não foi descoberta imediatamente, mas autoridades suspeitam de sabotagem, segundo as fontes.
O incêndio foi apagado e os trabalhadores tentam resfriar o oleoduto, com 970 quilômetros de extensão.
Autoridades de energia turcas, em Ancara, confirmaram que os fluxos de petróleo ainda estavam suspensos e disseram que não estava imediatamente claro quanto tempo os reparos iam levar.
Um porta-voz iraquiano do Ministério de Petróleo disse que o Iraque interrompeu as exportações devido ao incêndio, que ocorreu às 18h35 (horário de Brasília), e espera que a Turquia abra o segundo canal para retomar as exportações.
"Fomos informados pelas autoridades turcas que uma explosão e depois um incêndio incendiaram o oleoduto de exportação no lado da Turquia e tivemos que interromper o fluxo de petróleo", disse Asim Jihad, do ministério, à Reuters em Bagdá.
"Demandamos que as autoridades turcas trabalhem sem atraso para consertar rapidamente os danos e ajudem a mudar o fluxo para o segundo canal alternativo, para garantir que não haja mais interrupção das exportações iraquianas para o porto de Ceyhan", disse ele.

Um incêndio em um oleoduto que carrega cerca de 1/4 das exportações de petróleo do Iraque forçou o fechamento do canal nesta segunda-feira (27) e interrompeu os embarques no terminal de exportação turco de Ceyhan, disseram autoridades da segurança e de embarque.


A causa do incêndio do oleoduto Kirkuk-Ceyhan, na província turca de Sirnak, próxima da fronteira do Iraque, não foi descoberta imediatamente, mas autoridades suspeitam de sabotagem, segundo as fontes.
O incêndio foi apagado e os trabalhadores tentam resfriar o oleoduto, com 970 quilômetros de extensão.


Autoridades de energia turcas, em Ancara, confirmaram que os fluxos de petróleo ainda estavam suspensos e disseram que não estava imediatamente claro quanto tempo os reparos iam levar.


Um porta-voz iraquiano do Ministério de Petróleo disse que o Iraque interrompeu as exportações devido ao incêndio, que ocorreu às 18h35 (horário de Brasília), e espera que a Turquia abra o segundo canal para retomar as exportações.


"Fomos informados pelas autoridades turcas que uma explosão e depois um incêndio incendiaram o oleoduto de exportação no lado da Turquia e tivemos que interromper o fluxo de petróleo", disse Asim Jihad, do ministério, à Reuters em Bagdá.


"Demandamos que as autoridades turcas trabalhem sem atraso para consertar rapidamente os danos e ajudem a mudar o fluxo para o segundo canal alternativo, para garantir que não haja mais interrupção das exportações iraquianas para o porto de Ceyhan", disse ele.

 



Fonte: Agência Reuters
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar