acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

IEA reduz expectativa de crescimento da demanda mundial de óleo em 7%

11/10/2005 | 00h00

A Agência Internacial de Energia (IEA, sigla em inglês) revisou para baixou sua expectativa de crescimento da demanda global por petróleo para este ano em cerca de 7% em comparação com o mês anterior, citando o impacto dos furacões Katrina e Rita.

A Agência, o cão de guarda da energia para as nações wealthiest do mundo, também fez um corte de 25% para sua previsção de crescimento da demanda para o terceiro quarto deste ano, calculando a demanda no período em cerca de 700 mil barris por dia a mais do que no ano anterior, mas substancialmente abaixo do recente 1 milhão de barris por dia, que a agência previu em seu último informe sobre o mercado de petróleo.

A demanda este ano, diz a agência, vai crescer cerca de 1,26 milhão de barris por dia em comparação com o ano passado, para 83,4 milhões de barris por dia. Mas no informe, esta taxa de crescimentou foi cortada em cerca de 90 mil barris por dia, em relação aos cálculos de setembro.

"Os furacões Katrina e Rita causaram um impacto substancial na demanda por produção de petróleo nos Estados Unidos", diz a IEA.

"Interrupções da atividade econômica regional e suprimentos logística, assim como picos de preços de produtos reduziram a demanda dos Estados Unidos em cerca de 2,3% em Setembro, em relação aos níveis de um ano atrás", acrescentou a IEA.

A agência informou que a demanda caiu em cerca de 980 mil barris por dia em Setembro em comparação com as projeções feitas sem contar com o impacto dos furacões.

A demanda por produtos dos Estados Unidos foi mais afectada, com a redução de aproximadamente 790 mil barris por dia.

A IEA também revisou para baixo sua previsão de crescimento da demanda por petróleo em 2006, em 100 mil barris dia, para 1,75 milhão de barrris diários.

A demanda aperente dos chineses para 2005 não foi modificada e espera-se um crescimento de 3,2%este ano, para 6,6 milhões de barris por dia.

Para o próximo ano, a expectativa é de que essa demanda aumente em mais de 7%, para 7,1 milhão de barris por dia.



Fonte: Dow Jones Newswires
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar