acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Biocombustíveis

IBP promove, em novembro, seminário sobre cenários técnicos e logísticos

18/10/2007 | 00h00
O Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP) promove nos dias 12 a 13 de novembro, no auditório da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro - Firjan (Av. Graça Aranha, 01 – 2º andar – Centro, Rio de Janeiro – RJ), o seminário “Cenários Técnicos e Logísticos da Produção e Uso de Biocombustíveis”.

Dentre os temas tratados no seminário estão a sustentabilidade dos biocombustíveis, os cenários do mercado de álcool, da atual da cadeia de produção e distribuição, biocombustíveis a partir de biomassas residuais, o mercado de biodiesel: atratividade e perspectivas, o impacto da produção na produção de alimentos, o impacto do uso de diferentes matérias-primas na produção, o controle de qualidade na cadeia de suprimento e o aquecimento global.

Na ocasião serão apresentadas as conclusões do Projeto “Planejamento Estratégico Técnico e Logístico do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel”, elaborado pelo IBP em parceria com a Coordenação dos Programas de Pós-graduação de Engenharia (COPPE/UFRJ).

“Desenvolvemos, nos mesmos moldes do estudo sobre logística, junto com o Programa de Engenharia de Transportes (PET) da COPPE, um trabalho para identificar quais as questões críticas para o desenvolvimento do programa de desenvolvimento de biodiesel no Brasil, desde a produção e qualidade até a logística”, comenta o gerente de abastecimento e Petroquímica do IBP, Ernani Filgueiras de Carvalho.

O estudo ao qual Ernani se refere é o “Planejamento Integrado do Sistema Logístico de Distribuição de Combustíveis”, realizado em junho de 2005 em parceria entre o IBP e Coppead (instituto pós-graduação pesquisa Administração Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ), e que identificou o momento atual da infra-estrutura disponível para distribuição de combustíveis líquidos.

“A idéia é, após o seminário, encaminhar o estudo ao Governo Federal”, comenta o gerente do IBP.

Fonte: Da redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar