acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Produtividade

IBGE: Produção industrial cai em julho e acumula queda de 6,6% em 2015

02/09/2015 | 10h19
IBGE: Produção industrial cai em julho e acumula queda de 6,6% em 2015
Agência Petrobras Agência Petrobras

 

A produção industrial do Brasil diminuiu 1,5% entre junho e julho, divulgou hoje (2) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação de julho com o mesmo mês do ano anterior, a queda chegou a 8,9%. Em 2015, o Brasil acumula perdas de 6,6% na produção industrial, segundo o IBGE. Nos últimos 12 meses, a queda chega a 5,3%.
A queda na produção comparada à de junho ocorreu em praticamente todas as categorias econômicas: os bens de capital tiveram redução de 1,9% e os intermediários, 2,1%. Para os bens de consumo, foi registrada queda de 1,1%, apesar do aumento de 9,6% na produção de bens duráveis. A produção dos semiduráveis e dos não duráveis foi 3,4% menor que em junho.
A retração na produção industrial se refletiu em 14 dos 24 ramos pesquisados pelo IBGE. A principal influência negativa para o resultado geral foi da indústria de alimentos, em que a produção caiu 6,2%.
As atividades de bebidas também caíram 6,2% e as de coque – produtos derivados do petróleo e biocombustíveis – recuaram 1,7%. 

A produção industrial do Brasil diminuiu 1,5% entre junho e julho, divulgou hoje (2) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação de julho com o mesmo mês do ano anterior, a queda chegou a 8,9%. Em 2015, o Brasil acumula perdas de 6,6% na produção industrial, segundo o IBGE. Nos últimos 12 meses, a queda chega a 5,3%.

A queda na produção comparada à de junho ocorreu em praticamente todas as categorias econômicas: os bens de capital tiveram redução de 1,9% e os intermediários, 2,1%. Para os bens de consumo, foi registrada queda de 1,1%, apesar do aumento de 9,6% na produção de bens duráveis. A produção dos semiduráveis e dos não duráveis foi 3,4% menor que em junho.

A retração na produção industrial se refletiu em 14 dos 24 ramos pesquisados pelo IBGE. A principal influência negativa para o resultado geral foi da indústria de alimentos, em que a produção caiu 6,2%.

As atividades de bebidas também caíram 6,2% e as de coque – produtos derivados do petróleo e biocombustíveis – recuaram 1,7%. 

 



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar