acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pré-Sal

Ibama realiza audiência pública em Guaratuba

11/07/2014 | 12h37

 

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) irá realizar audiência pública em Guaratuba, no dia 19 de julho, para abordar os impactos do pré-sal no litoral. A audiência com a população é exigência para o licenciamento à Petrobras da Atividade de Produção e Escoamento de Petróleo e Gás Natural do Polo Pré-Sal da Bacia de Santos – Etapa 2.
O estudo e o relatório de impacto ambiental (EIA-Rima) do empreendimento apontam o impacto que terá em municípios dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina, sobretudo nas regiões litorâneas. Nem todos receberão obras, como gasodutos e oleodutos, ou serão bases de alguma atividade diretamente ligada à exploração do pré-sal.
Guaratuba, junto com Cananéia (SP), Guaraqueçaba, Paranaguá, Matinhos, Itapoá (SC) e São Francisco do Sul (SC) são incluídos no estudo em função de serem “municípios que terão a pesca e aquicultura sujeitos aos impactos decorrentes de potenciais vazamentos de óleo”. Mas o estudo aponta neste aspecto que os riscos são pouco significativos, com, no máximo, grau 1 numa escala que vai até 10.
A reunião acontecerá no Ginásio de Esportes Governador José Richa, com início marcado para as 14h. Os interessados em participar poderão conseguir transporte gratuito através do telefone 0800 77 00 112 (Petrobras).

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) irá realizar audiência pública em Guaratuba (PR), no dia 19 de julho, para abordar os impactos do pré-sal no litoral. A audiência com a população é exigência para o licenciamento à Petrobras da Atividade de Produção e Escoamento de Petróleo e Gás Natural do Polo Pré-Sal da Bacia de Santos – Etapa 2.

O estudo e o relatório de impacto ambiental (EIA-Rima) do empreendimento apontam o impacto que terá em municípios dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina, sobretudo nas regiões litorâneas. Nem todos receberão obras, como gasodutos e oleodutos, ou serão bases de alguma atividade diretamente ligada à exploração do pré-sal.

Guaratuba, junto com Cananéia (SP), Guaraqueçaba, Paranaguá, Matinhos, Itapoá (SC) e São Francisco do Sul (SC) são incluídos no estudo em função de serem “municípios que terão a pesca e aquicultura sujeitos aos impactos decorrentes de potenciais vazamentos de óleo”. Mas o estudo aponta neste aspecto que os riscos são pouco significativos, com, no máximo, grau 1 numa escala que vai até 10.

A reunião acontecerá no Ginásio de Esportes Governador José Richa, com início marcado para as 14h. Os interessados em participar poderão conseguir transporte gratuito através do telefone 0800 77 00 112 (Petrobras).

 



Fonte: Redação/ Agência
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar