Petrobras- 213x420
acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Hamworthy dá suporte às descobertas de óleo e gás no Brasil

12/01/2011 | 10h45
Hamworthy, grupo internacional especialista em manuseio de fluidos, reforça seu compromisso com o crescimento dos setores naval e offshore no Brasil abrindo o seu primeiro centro de serviços em 2011.


O compromisso da Hamworthy em oferecer soluções tecnológicas a valores competitivos e a busca por conteúdo nacional, tem sido recompensada por uma série de importantes encomendas de sistemas de manuseio de líquidos e gases. A Hamworthy possui presença estabelecida no Brasil desde os anos 70, oferecendo produtos e serviços através de seu agente Tridente.


A divisão Hamworthy Oil & Gas Systems recebeu recentemente do Estaleiro Promar S.A. um grande contrato para projeto e fornecimento de oito sistemas de manuseio de gás de petróleo liquefeito (GLP) para navios destinados à Transpetro, subsidiária da Petrobras. Os navios e os sistemas de manuseio e armazenagem de gás liquefeito serão projetados por especialistas da consultoria naval da Hamworthy na Polônia.

 
Em 2007 a unidade de negócios Oil & Gas Systems obteve uma encomenda de sua tecnologia de regaseificação  para a FSRU Golar Winter (FSRU é a sigla para unidade flutuante de regaseificação e armazenagem). Localizada no Rio de Janeiro, na Baía da Guanabara, a embarcação tem papel importante no fornecimento de gás natural para a região do Rio de Janeiro. A tecnologia da Hamworthy permite que o gás natural na forma líquida (GNL) seja convertido em gás novamente, de modo confiável e seguro, e através de gasodutos, alimente a malha de distribuição de gás em terra. O sistema está em operação há mais de um ano.


No início do ano, a Gusto BV especificou bombas elevatórias de água salgada e bombas de incêndio da Hamworthy Pump Systems, para instalação à bordo da FPSO Cidade de Paraty, esperada em águas Brasileiras em 2013. A Gusto BV, braço de projeto, engenharia, aquisição, gerência de projetos e serviços de consultoria da SBM Offshore, irá operar a FPSO na área de pré-sal de Tupi Nordeste na Bacia de Santos, contratada pela Petrobras.


Na onda de contratos para clientes Brasileiros a Hamworthy também foi escolhida para fornecimento de equipamentos para a FPSO Papa Terra, da empresa BW Offshore.  A Hamworthy fornecerá sistemas de bombas de carga, bombas elevatórias de água salgada e bombas de incêndio para a FPSO, que está em conversão no Estaleiro COSCO Dalian na China e entrega prevista para o final de 2011.


A conversão da FPSO Cidade de Paraty  reforça os laços com o Estaleiro Keppel, especialista em construção e conversão de FPSOs, e o compromisso de investimento no setor offshore. O escopo de fornecimento da Hamworthy consiste em três bombas elevatórias de água salgada, tipo C42BB, para serviços pesados, de montagens a seco (não submersa), acionadas eletricamente para ser instaladas na casa de bombas da FPSO e duas bombas de incêndio tipo C22BA, também acionadas por motores elétricos para ser instaladas na praça de máquinas.


Em 2008 a Hamworthy conseguiu também obter pedidos para suas bombas de carga e sistemas de gás inerte para os dez navios tanques tipo Suezmax de 157,500 tpb, os maiores dos 26 navios em construção da primeira fase do programa de modernização e expansão da frota da Transpetro (PROMEF1).


“O Brasil é um mercado importante para empresas de tecnologia envolvidas nos setores Navais e Offshore,” segundo Paul Fleetwood, Diretor Gerente da Hamworthy Pump Systems, “e estamos planejando estender nossa capacidade  em termos de serviços além do aumento de conteúdo de fornecimento local. “


A Hamworthy Oil & Gas Systems recentemente completou a instalação de seu sistema VIEC (vaso coalescedor eletrostático interno) no módulo separador de óleo da plataforma de Siri. A mesma divisão da Hamworthy foi também contratada para fornecer sistemas VIEC completos para a FPSO OSX-1 que será operada pela OGX Petróleo e Gás Ltda e prevista para locação em Waimea (Bloco BM-C-41) na Bacia de Campos Basin. A conversão da unidade está a cargo do Estaleiro Keppel.


O contrato representa a entrada desta nova tecnologia VIEC-LW que foi concebida para melhorar a separação e a qualidade do óleo produzido e da água de produção. O sistema VIEC será instalado em ambos, separador do primeiro estágio e separador de teste, melhorando o processamento do pesado óleo cru do Campo de Waimea. O contrato também representa a entrada em operação do sistema de detecção de interface do óleo com a água, o iPhase, que será instalado nos separadores melhorando o monitoramento dos sistemas.

 
Este ano a Hamworthy também entregou um sistema de gás combustível para o campo de Peregrino, operado pela Statoil em águas Brasileiras. A Hamworthy tem também percebido um maior interesse das companhias petroleiras pelo seu sistema de recuperação do gás que seria queimado no Flare (torre que queima gás) e sistemas de ignição, que resultam na redução de emissões para a atmosfera.  


A tecnologia dos sistemas de recuperação de gás e de separação de óleo é o pilar da divisão de Tecnologia & Produtos da Aibel, adquirida pela Hamworthy em 2009, expandindo ainda mais sua presença no mercado de Óleo & Gás Offshore e adicionando novas tecnologias patenteadas para o Grupo Hamworthy.


A Hamworthy continuará aumentando a sua presença nos setores Naval e Offshore no Brasil, com o suporte necessário e a determinação de participar ainda mais dos planos de expansão de seus clientes.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar