acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Refino

Guamaré recebe todo petróleo explorado no Rio Grande do Norte

04/12/2017 | 10h42
Guamaré recebe todo petróleo explorado no Rio Grande do Norte
Agência Petrobras Agência Petrobras

O ativo de Guamaré, localizado na costa branca do Rio Grande do Norte, é um dos mais importantes para Petrobras no Nordeste em termos de volume de óleo e água tratada. Toda produção dos campos marítimos e terrestres do estado é escoada para Guamaré. A Refinaria Potiguar Clara Camarão (RPCC) e a Unidade de Tratamento e Processamento de Fluidos (UTPF) da Unidade Operacional do Rio Grande do Norte e no Ceará compõem o Ativo Industrial de Guamaré e fazem parte do complexo industrial que também abriga o Terminal Aquaviário de Guamaré (Transpetro), a base da Petrobras Distribuidora, além do Centro de Defesa Ambiental (CDA) e do Parque Eólico de Mangue Seco. A RPCC produz toda gasolina consumida no Rio Grande do Norte e o querosene de aviação distribuído para o mercado potiguar e cearense.

O gerente geral da Unidade Operacional da Petrobras no Rio Grande do Norte e no Ceará, Tuerte Amaral Rolim, explica que a integração da Refinaria Potiguar Clara Camarão ao ativo de Exploração e Produção vai otimizar a estrutura e o processo industrial no polo. “Nada muda na RPCC e na operação da Petrobras no Rio Grande do Norte. O que muda é o modelo de gestão. Não teremos demissões e a refinaria não foi rebaixada. Agora vamos trabalhar com um processo integrado entre as duas áreas, o que vai aperfeiçoar a estrutura, reorganizar os processos e tornar o negócio mais eficiente", enfatizou durante visita de jornalistas ao Ativo Industrial de Guamaré realizada nesta sexta-feira (1º/12). A RPCC vai manter sua capacidade de processar até 45 mil barris de petróleo por dia. Só neste ano, a refinaria bateu dois recordes de produção de QAV. Atualmente, a unidade tem capacidade de atender a uma demanda de 21 mil m3/mês de querosene de aviação, considerando a qualidade exigida para a comercialização deste derivado.

Durante a visita ao Ativo Industrial de Guamaré, Tuerte ressaltou ainda que a Petrobras mantém uma consolidada infraestrutura no estado, responsável pela exploração e produção de petróleo e gás em 66 concessões em terra e 12 no mar. "A produção no Rio Grande do Norte é de 48 mil barris de petróleo por dia e de 930 mil metros cúbicos de gás diários. No mar, temos 29 plataformas ligadas por dutos submarinos. Em terra, temos 5 mil poços e 130 estações de coleta que enviam o óleo e gás para 2 mil quilômetros de oleodutos e gasodutos até o Polo Industrial de Guamaré", dimensionou.

Rolim destacou também a permanência da companhia no estado e o investimento de aproximadamente R$ 800 milhões previstos para o Rio Grande do Norte este ano, conforme o Plano de Negócios e Gestão 2017-2021. "Só em 2017 a companhia está investindo R$ 453 milhões em projetos de injeção de água e vapor em Ubarana, Estreito e Alto do Rodrigues. No custeio, foi aplicado em 2017 a cifra aproximada de R$ 1,65 bilhão nas atividades de produção de petróleo no RN”, explicou o gerente da Petrobras.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar