acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Distribuição

Grupo Forza fatura mais e incentiva fiscalização dos combustíveis por clientes

22/12/2004 | 00h00

O Grupo Forza terminará 2004 com a inauguração de três novos postos de combustíveis e faturamento de R$ 90 milhões, verificando um aumento de aproximadamente 5% no total dos negócios. Em 2005, a empresa pretende reforçar o projeto Recebimento Legal, que convida clientes a acompanharem a descarga dos combustíveis e comprovarem que não há adulteração nos produtos por meio de testes de qualidade.
"Estamos bastante otimistas, tanto que no ano que vem pretendemos abrir dez unidades, ou seja, quase uma por mês. Planejamos ingressar em cidades como São Gonçalo, Niterói e Itaguaí, mercados novos para a bandeira. Nosso crescimento está sendo gradual e cuidadoso. Queremos manter a qualidade dos produtos e o diferencial do atendimento", explica Alecionildo Pereira Sodré, gerente-geral da bandeira de combustível.
A iniciativa do Recebimento Legal foi implantada há um ano com o intuito de ganhar a confiança do consumidor, muitas vezes inseguro quanto à procedência dos combustíveis vendidos nas bombas. Por mês, são realizados em todos os 21 postos da bandeira mais de 240 recebimentos acompanhados pelos clientes. Os motoristas são abordados no momento em que chega o caminhão para descarregar nos tanques. Ao ver com os próprios olhos a descarga, o cliente certifica-se de que não há adulteração no produto.
Em toda a rede, os postos com maior participação de clientes no Recebimento Legal são Santa Cruz, São Cristóvão, Figueira, Parada Angélica e Dutra, destaque para os localizados na Baixada Fluminense, onde a média de participação dos clientes no Programa gira em torno de 94%.
"Desta maneira, desmistificamos o negócio de combustíveis e ainda estimulamos que o cliente utilize um direito seu, que é poder solicitar em qualquer posto de combustível que os produtos vendidos sejam testados na sua frente", reforça Marcella Bordallo, gerente de planejamento da rede de combustíveis.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar