acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Combustíveis

Graça Foster: preço da gasolina não vai subir

17/10/2012 | 09h44
Graça Foster: preço da gasolina não vai subir
Graça Foster e o vice-governador Luiz Fernando Pezão Graça Foster e o vice-governador Luiz Fernando Pezão

 

A presidenta da Petrobras, Graça Foster, disse na terça-feira (16) que o preço da gasolina não vai subir por enquanto. De acordo com ela, sempre há a necessidade de reajuste no preço, porém, ainda não tem data marcada para isto.
“Durante vários meses, em alguns anos, nós tivemos uma realização de preços no mercado no Brasil maior do que o preço internacional. O que nós estamos vivendo hoje é o contrário. Na média dos anos, se considerarmos dez anos, desde 2002, nós estamos com resultado positivo favorável à Petrobras. Então, no curto prazo, não há previsão de aumento de combustíveis”.
Graça defendeu o aumento da proporção de etanol misturado à gasolina, apesar de dizer que não tem influência sobre a decisão, que cabe ao governo e à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).
“[A proporção de] 25% é melhor do que 20%. A Petrobras não tem influência nessa decisão, mas se você me pergunta, tem três razões para aumentar a proporção: primeiro porque é menos gasolina, eu importo menos. Segundo, que eu sou uma defensora, acredito na indústria do etanol no Brasil, e terceiro que nós temos 100% da Petrobras Biocombustível, nós temos o projeto de liderar a indústria do etanol, mas eu tenho absoluta convicção e conhecimento de que essa indústria do etanol está na mão do país, então não tem porque não torná-la mais consistente, torná-la forte mais uma vez. Já existem sinais de recuperação”.
A presidenta confirmou a busca de parcerias para a implantação de refinarias no Brasil, mais pela experiência do que pelo recurso financeiro. De acordo com Graça Foster, a Petrobras está implementando um plano de eficiência, para melhorar as margens, ter mais geração de caixa e resultado líquido maior, para que possa buscar menos recursos no mercado financeiro e manter os investimentos e o desinvestimento para atender ao plano de negócios da empresa.
“Fazer mais com menos, ou fazer o mesmo com menos. Nesse momento, o que a Petrobras está buscando é identificar, amplificar as sinergias entre a própria companhia, trabalhar melhor os estoques de material, reduzindo os custos financeiros nos estoques de combustível, no estoque de petróleo, trabalhar de uma forma muito mais integrada e organizada na movimentação da carga de óleo, de gás natural, são melhorias que fazem muito bem à companhia e certamente aos nossos acionistas”.
Graça Foster conversou com a imprensa, após receber homenagem do Grupo de Líderes Empresariais (Lide).

A presidenta da Petrobras, Graça Foster, disse na terça-feira (16) que o preço da gasolina não vai subir por enquanto. De acordo com ela, sempre há a necessidade de reajuste no preço, porém, ainda não tem data marcada para isto.


“Durante vários meses, em alguns anos, nós tivemos uma realização de preços no mercado no Brasil maior do que o preço internacional. O que nós estamos vivendo hoje é o contrário. Na média dos anos, se considerarmos dez anos, desde 2002, nós estamos com resultado positivo favorável à Petrobras. Então, no curto prazo, não há previsão de aumento de combustíveis”.


Graça defendeu o aumento da proporção de etanol misturado à gasolina, apesar de dizer que não tem influência sobre a decisão, que cabe ao governo e à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).


“[A proporção de] 25% é melhor do que 20%. A Petrobras não tem influência nessa decisão, mas se você me pergunta, tem três razões para aumentar a proporção: primeiro porque é menos gasolina, eu importo menos. Segundo, que eu sou uma defensora, acredito na indústria do etanol no Brasil, e terceiro que nós temos 100% da Petrobras Biocombustível, nós temos o projeto de liderar a indústria do etanol, mas eu tenho absoluta convicção e conhecimento de que essa indústria do etanol está na mão do país, então não tem porque não torná-la mais consistente, torná-la forte mais uma vez. Já existem sinais de recuperação”.


A presidenta confirmou a busca de parcerias para a implantação de refinarias no Brasil, mais pela experiência do que pelo recurso financeiro. De acordo com Graça Foster, a Petrobras está implementando um plano de eficiência, para melhorar as margens, ter mais geração de caixa e resultado líquido maior, para que possa buscar menos recursos no mercado financeiro e manter os investimentos e o desinvestimento para atender ao plano de negócios da empresa.


“Fazer mais com menos, ou fazer o mesmo com menos. Nesse momento, o que a Petrobras está buscando é identificar, amplificar as sinergias entre a própria companhia, trabalhar melhor os estoques de material, reduzindo os custos financeiros nos estoques de combustível, no estoque de petróleo, trabalhar de uma forma muito mais integrada e organizada na movimentação da carga de óleo, de gás natural, são melhorias que fazem muito bem à companhia e certamente aos nossos acionistas”.


Graça Foster conversou com a imprensa, após receber homenagem do Grupo de Líderes Empresariais (Lide).

 



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar