acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pessoas

Graça Foster é homenageada com a Medalha Pedro Ernesto

13/11/2012 | 16h39
Graça Foster é homenageada com a Medalha Pedro Ernesto
Graça Foster, presidente da Petrobras Graça Foster, presidente da Petrobras

 

Em cerimônia realizada terça-feira (12) na Câmara do Municipal do Rio de Janeiro, a presidente da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, recebeu a Medalha Pedro Ernesto, principal homenagem que o Rio de Janeiro presta às personalidades que mais se destacaram na sociedade brasileira em suas respectivas áreas de atuação.
A cerimônia contou com a participação da deputada federal Benedita da Silva, do deputado federal Luiz Sérgio, dos diretores da Petrobras José Miranda Formigli (Exploração e Produção), José Carlos Cosenza (Abastecimento) e José Antônio de Figueiredo (Engenharia, Tecnologia e Materiais); do presidente da Transpetro, Sérgio Machado, e do presidente da Petrobras Distribuidora, José Lima de Andrade Neto.
O vereador Reimont Luiz Otoni, autor da homenagem à presidente da Petrobras, abordou, em seu discurso, o sucesso profissional de Maria das Graças Silva Foster, lembrando que é fundamental registrar histórias de pessoas que, ao longo da vida, ultrapassaram barreiras e se tornaram um exemplo a ser seguido.
"Seu trabalho é de grande contribuição ao país, ao estado e à cidade do Rio de Janeiro. A senhora ocupou diversos cargos, tem sido incluída em importantes rankings internacionais. Condecorar a senhora é deixar registrado na história da cidade do Rio de Janeiro a luta de uma mulher pela construção de um Brasil soberano”, disse.
Representando as mulheres da Petrobras, a gerente executiva de Exploração e Produção - Serviços, Cristina Lucia Duarte Pinho, ressaltou a capacidade de liderança da presidente e os desafios que ainda virão. "São 32 anos de dedicação à Petrobras e ao Brasil, mas a presidente ainda tem grandes desafios nos próximos anos. Sua competência e, sobretudo, sua coragem nos dão certeza de que alcançaremos nossos objetivos".
Cristina Pinho também falou do amor que Graça Foster tem pela Petrobras. "Como mulher, lidera com confiança e resolução, mas também com muito carinho." E ressaltou a importância de uma mulher ter assumido a presidência da maior empresa brasileira. "As mulheres brasileiras hoje ocupam 26% dos ministérios, 18% das cadeiras do Tribunal Superior, 2% do Senado e 13% da Câmara dos Deputados. Hoje, 15% dos executivos das principais empresas do mundo são mulheres”.
Na Petrobras, concluiu Cristina Pinho, “nós representamos quase 16% da força de trabalho e 15% das atuais posições gerenciais. É uma mulher a presidente da quinta maior empresa de petróleo do mundo, indicada pela revista Forbes como uma das mulheres mais poderosas do planeta".
O chefe de gabinete da presidente, Jorge Salles Camargo Neto, listou características que julga importantes no caráter de Graça Foster e que considera fundamentais para comandar uma empresa do tamanho da Petrobras. "Nessa executiva de sucesso há uma mulher simples. Ela assumiu a presidência da Petrobras, mas continua sendo a mesma pessoa, não mudou em nada”. E ressaltou: “A presidente tem um grande coração quando se trata de ajudar as pessoas. Não admite injustiças”.
Tendo um histórico profissional muito próximo ao da presidente da Petrobras, com quem trabalha há mais de 20 anos, José Alcides Santoro, diretor de Gás e Energia, representou os diretores da empresa na homenagem feita pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro.
“Meu caminho se cruzou com o da Graça ainda na década de 80”, contou Alcides Santoro. “Foi lá que conheci essa engenheira de caráter firme e determinado, uma profissional que sempre demonstrou extrema competência. Como diretora, em pouco mais de quatro anos transformou a área de Gás e Energia da Petrobras. Como exemplo de suas realizações podemos citar a ampliação do parque de fertilizantes nitrogenados, produto fundamental para a área agrícola brasileira e o impulso da geração termelétrica”.
Após as homenagens, a presidente da Petrobras disse que, ao ouvir os discursos, lembrou de importantes momentos de sua vida profissional e pessoal. Graça Foster falou da emoção que teve ao entrar, pela primeira vez, na sede da Petrobras. “Naquela época eu queria aprender e estava muito ansiosa. Minha ansiedade tem como fundamento contribuir para o crescimento da Petrobras e do meu país. Isso é o que faço ainda hoje. Agir para vencer desafios e obstáculos. Sonhar e trabalhar para o sucesso da Petrobras”.
A presidente agradeceu as homenagens, afirmando que divide com os amigos de jornada a alegria e o orgulho de receber a medalha tão importante. “Pedro Ernesto fez muito pela nossa cidade. Quando prefeito foi pioneiro na concessão de subvenções às escolas de samba, alegrando os morros que conheceu ainda estudante ao participar de campanha de vacinação contra febre amarela”, disse. Graça dedicou a medalha às meninas de origem humilde. “Dedico essa medalha a todas as meninas das comunidades do Rio de Janeiro que sonham como eu com a transformação social de nosso país”.

Em cerimônia realizada terça-feira (12) na Câmara do Municipal do Rio de Janeiro, a presidente da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, recebeu a Medalha Pedro Ernesto, principal homenagem que o Rio de Janeiro presta às personalidades que mais se destacaram na sociedade brasileira em suas respectivas áreas de atuação.


A cerimônia contou com a participação da deputada federal Benedita da Silva, do deputado federal Luiz Sérgio, dos diretores da Petrobras José Miranda Formigli (Exploração e Produção), José Carlos Cosenza (Abastecimento) e José Antônio de Figueiredo (Engenharia, Tecnologia e Materiais); do presidente da Transpetro, Sérgio Machado, e do presidente da Petrobras Distribuidora, José Lima de Andrade Neto.


O vereador Reimont Luiz Otoni, autor da homenagem à presidente da Petrobras, abordou, em seu discurso, o sucesso profissional de Maria das Graças Silva Foster, lembrando que é fundamental registrar histórias de pessoas que, ao longo da vida, ultrapassaram barreiras e se tornaram um exemplo a ser seguido.


"Seu trabalho é de grande contribuição ao país, ao estado e à cidade do Rio de Janeiro. A senhora ocupou diversos cargos, tem sido incluída em importantes rankings internacionais. Condecorar a senhora é deixar registrado na história da cidade do Rio de Janeiro a luta de uma mulher pela construção de um Brasil soberano”, disse.


Representando as mulheres da Petrobras, a gerente executiva de Exploração e Produção - Serviços, Cristina Lucia Duarte Pinho, ressaltou a capacidade de liderança da presidente e os desafios que ainda virão. "São 32 anos de dedicação à Petrobras e ao Brasil, mas a presidente ainda tem grandes desafios nos próximos anos. Sua competência e, sobretudo, sua coragem nos dão certeza de que alcançaremos nossos objetivos".


Cristina Pinho também falou do amor que Graça Foster tem pela Petrobras. "Como mulher, lidera com confiança e resolução, mas também com muito carinho." E ressaltou a importância de uma mulher ter assumido a presidência da maior empresa brasileira. "As mulheres brasileiras hoje ocupam 26% dos ministérios, 18% das cadeiras do Tribunal Superior, 2% do Senado e 13% da Câmara dos Deputados. Hoje, 15% dos executivos das principais empresas do mundo são mulheres”.


Na Petrobras, concluiu Cristina Pinho, “nós representamos quase 16% da força de trabalho e 15% das atuais posições gerenciais. É uma mulher a presidente da quinta maior empresa de petróleo do mundo, indicada pela revista Forbes como uma das mulheres mais poderosas do planeta".


O chefe de gabinete da presidente, Jorge Salles Camargo Neto, listou características que julga importantes no caráter de Graça Foster e que considera fundamentais para comandar uma empresa do tamanho da Petrobras. "Nessa executiva de sucesso há uma mulher simples. Ela assumiu a presidência da Petrobras, mas continua sendo a mesma pessoa, não mudou em nada”. E ressaltou: “A presidente tem um grande coração quando se trata de ajudar as pessoas. Não admite injustiças”.


Tendo um histórico profissional muito próximo ao da presidente da Petrobras, com quem trabalha há mais de 20 anos, José Alcides Santoro, diretor de Gás e Energia, representou os diretores da empresa na homenagem feita pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro.


“Meu caminho se cruzou com o da Graça ainda na década de 80”, contou Alcides Santoro. “Foi lá que conheci essa engenheira de caráter firme e determinado, uma profissional que sempre demonstrou extrema competência. Como diretora, em pouco mais de quatro anos transformou a área de Gás e Energia da Petrobras. Como exemplo de suas realizações podemos citar a ampliação do parque de fertilizantes nitrogenados, produto fundamental para a área agrícola brasileira e o impulso da geração termelétrica”.


Após as homenagens, a presidente da Petrobras disse que, ao ouvir os discursos, lembrou de importantes momentos de sua vida profissional e pessoal. Graça Foster falou da emoção que teve ao entrar, pela primeira vez, na sede da Petrobras. “Naquela época eu queria aprender e estava muito ansiosa. Minha ansiedade tem como fundamento contribuir para o crescimento da Petrobras e do meu país. Isso é o que faço ainda hoje. Agir para vencer desafios e obstáculos. Sonhar e trabalhar para o sucesso da Petrobras”.


A presidente agradeceu as homenagens, afirmando que divide com os amigos de jornada a alegria e o orgulho de receber a medalha tão importante. “Pedro Ernesto fez muito pela nossa cidade. Quando prefeito foi pioneiro na concessão de subvenções às escolas de samba, alegrando os morros que conheceu ainda estudante ao participar de campanha de vacinação contra febre amarela”, disse. Graça dedicou a medalha às meninas de origem humilde. “Dedico essa medalha a todas as meninas das comunidades do Rio de Janeiro que sonham como eu com a transformação social de nosso país”.



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar