acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Argentina

Governo fecha refinaria da Shell em Buenos Aires

06/09/2007 | 00h00
O governo argentino fechou nesta quarta-feira (5/09) uma refinaria da anglo-holandesa Shell na periferia de Buenos Aires, alegando questões ambientais, em mais um capítulo da briga entre a multinacional e a administração argentina. "A Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável procedeu com o fechamento total e de forma preventiva do estabelecimento pertencente à Shell Capsa", diz um comunicado entregue à imprensa.

Entre os motivos alegados, a secretaria afirma que a companhia "não tem autorização para retirar 18,4 milhões de litros de água por hora do Riachuelo ou do Rio da Prata", dois importantes mananciais de Buenos Aires. A Shell Capsa, que refina e armazena petróleo e derivados, está situada no Pólo Petroquímico de Dock Sud, às margens do Rio Matanza-Riachuelo, na localidade de Avellaneda (periferia sul de Buenos Aires).

O Matanza-Riachuelo, que desemboca no Rio da Prata, o mais poluído do país, com seus 64 km atravessa 11 localidades densamente povoadas da periferia sul de Buenos Aires, que concentram 13,5% da população argentina. A secretaria destacou que foram constatados ainda "perdas e vazamentos" de petróleo e que "os testes de solo mostram contaminação" e má gestão de resíduos perigosos. Segundo o órgão do meio ambiente, a unidade da Petrobras Energia também "está sendo inspecionada" sobre sua situação ambiental.



Fonte: Folha Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar