acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Economia

Governo está preocupado que Fundo Social do pré-sal seja desestruturado em votação na Câmara

12/07/2013 | 09h31

 

Governo está preocupado que Fundo Social do Pré-Sal seja desestruturado em votação na Câmara
A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse hoje (11) que há grande preocupação do governo em evitar que o Fundo Social do Pré-Sal seja desestruturado durante as discussões sobre o projeto de lei que trata da distribuição dos royalties do petróleo na Câmara. Segundo a ministra, o governo vai continuar o debate sobre a distribuição dos royalties e espera sair vitorioso.
“Há uma grande preocupação de que a questão do Fundo Social possa ser desestruturada e é uma questão estratégica não para o governo da presidenta Dilma, mas para o país”, disse em entrevista a jornalistas.
Segundo Ideli, os recursos para saúde e educação são fundamentais. “Vamos continuar fazendo o debate sobre a questão estratégica dos royalties. A participação especial para educação é proposta inclusive da presidenta, portanto, não se pode ter dúvida que é um desejo dela colocar os recursos dos royalties na educação e uma parcela que foi aprovada para a saúde”, disse. “Vamos continuar debatendo e esperamos ser vitoriosos na votação”.
Ao ser questionada sobre o plebiscito da reforma política defendido pelo governo, a ministra disse acreditar que em um processo eleitoral futuro o tema entrará em debate. “O Congresso tem a prerrogativa soberana de deliberar e isso tem que ser respeitado por todos porque nossa Constituição assim estabelece e, claro, que em um processo eleitoral futuro isso entrará no debate. A população não deixara de debater se ela foi devidamente atendida, ouvida ou não”, avaliou.

A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse ontem (11) que há grande preocupação do governo em evitar que o Fundo Social do Pré-Sal seja desestruturado durante as discussões sobre o projeto de lei que trata da distribuição dos royalties do petróleo na Câmara. Segundo a ministra, o governo vai continuar o debate sobre a distribuição dos royalties e espera sair vitorioso.


“Há uma grande preocupação de que a questão do Fundo Social possa ser desestruturada e é uma questão estratégica não para o governo da presidenta Dilma, mas para o país”, disse em entrevista a jornalistas.


Segundo Ideli, os recursos para saúde e educação são fundamentais. “Vamos continuar fazendo o debate sobre a questão estratégica dos royalties. A participação especial para educação é proposta inclusive da presidenta, portanto, não se pode ter dúvida que é um desejo dela colocar os recursos dos royalties na educação e uma parcela que foi aprovada para a saúde”, disse. “Vamos continuar debatendo e esperamos ser vitoriosos na votação”.


Ao ser questionada sobre o plebiscito da reforma política defendido pelo governo, a ministra disse acreditar que em um processo eleitoral futuro o tema entrará em debate. “O Congresso tem a prerrogativa soberana de deliberar e isso tem que ser respeitado por todos porque nossa Constituição assim estabelece e, claro, que em um processo eleitoral futuro isso entrará no debate. A população não deixara de debater se ela foi devidamente atendida, ouvida ou não”, avaliou.

 



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar