acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Economia

Governo do RJ lança anuário de finanças dos municípios fluminenses

09/11/2012 | 12h49

 

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços (Sedeis) lançou hoje (9), o anuário "Finanças dos Municípios Fluminenses", com os números registrados na arrecadação das cidades em 2011, além de quadros comparativos dos anos anteriores. 
De acordo com o documento, produzido pela consultoria Aequus em parceria com a Sedeis, a receita conjunta dos municípios fluminenses somou R$36,46 bilhões, sendo que R$15,89 bilhões foram provenientes da cidade do Rio de Janeiro. Na capital, o aumento da receita foi de 3%, já nas demais cidades, o aumento médio ficou em 6,4%. 
Segundo Julio Bueno, secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio de Janeiro, os principais destaques do Estado foram Arraial do Cabo e Porto Real. Na primeira cidade, a receita pulou de R$65 milhões em 2010 para R$89 milhões em 2011, muito devido ao aumento dos royalties de petróleo e gás do município que passaram de R$6,2 milhões para R$26,6 milhões. 
Já em Porto Real, o aumento na receita veio com a ampliação da fábrica da empresa automotiva PSA Peugeot-Citroën, que proporcionou um crescimento da sua participação na arrecadação estadual de ICMS repassada aos municípios. 
"O Estado do Rio passa por um momento especial com a atração de investimentos e isso se reflete na geração de empregos, no aumento da renda e consequentemente na melhora da arrecadação dos municípios", comentou Julio Bueno. 
Outro dado importante divulgado foi de que das 10 cidades que mais investiram em 2011 no país, Rio de Janeiro e Campos dos Goytacazes aparecem entre os sete que mais realizaram investimentos no ano passado. 

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços (Sedeis) lançou hoje (9), o anuário "Finanças dos Municípios Fluminenses", com os números registrados na arrecadação das cidades em 2011, além de quadros comparativos dos anos anteriores. De acordo com o documento, produzido pela consultoria Aequus em parceria com a Sedeis, a receita conjunta dos municípios fluminenses somou R$36,46 bilhões, sendo que R$15,89 bilhões foram provenientes da cidade do Rio de Janeiro. Na capital, o aumento da receita foi de 3%, já nas demais cidades, o aumento médio ficou em 6,4%. 


Segundo Julio Bueno, secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio de Janeiro, os principais destaques do Estado foram Arraial do Cabo e Porto Real. Na primeira cidade, a receita pulou de R$65 milhões em 2010 para R$89 milhões em 2011, muito devido ao aumento dos royalties de petróleo e gás do município que passaram de R$6,2 milhões para R$26,6 milhões. 


Já em Porto Real, o aumento na receita veio com a ampliação da fábrica da empresa automotiva PSA Peugeot-Citroën, que proporcionou um crescimento da sua participação na arrecadação estadual de ICMS repassada aos municípios. 


"O Estado do Rio passa por um momento especial com a atração de investimentos e isso se reflete na geração de empregos, no aumento da renda e consequentemente na melhora da arrecadação dos municípios", comentou Julio Bueno. Outro dado importante divulgado foi de que das 10 cidades que mais investiram em 2011 no país, Rio de Janeiro e Campos dos Goytacazes aparecem entre os sete que mais realizaram investimentos no ano passado. 

 



Fonte: Redação TN/ Rodrigo Miguez
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar