acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Refinaria

Governo do Rio rejeita proposta de Manguinhos

24/10/2012 | 14h27

 

O governo do estado do Rio de Janeiro rejeitou uma proposta da Refinaria de Petróleos de Manguinhos e pretende confiscar todas as terras pertencentes à companhia como parte de um plano de revitalização para a área.
O governo estadual confirmou que vai prosseguir com os planos de limpar a área e construir moradias dentro de um programa de renovação a ser implementado antes da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. O governo também disse que não está negociando com a refinaria sobre os quase R$ 700 milhões (US$ 346 milhões) em pagamentos de impostos que o estado diz que a refinaria deve.
Representantes de Manguinhos não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto. Na segunda-feira (22), executivos da refinaria se reuniram com o secretário de Desenvolvimento do Estado e apresentaram uma proposta para transferir cerca de 20% das terras da empresa para o governo. A proposta permitiria que a refinaria continuasse operando.

O governo do estado do Rio de Janeiro rejeitou uma proposta da Refinaria de Petróleos de Manguinhos e pretende confiscar todas as terras pertencentes à companhia como parte de um plano de revitalização para a área.


O governo estadual confirmou que vai prosseguir com os planos de limpar a área e construir moradias dentro de um programa de renovação a ser implementado antes da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. O governo também disse que não está negociando com a refinaria sobre os quase R$ 700 milhões (US$ 346 milhões) em pagamentos de impostos que o estado diz que a refinaria deve.


Representantes de Manguinhos não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto. Na segunda-feira (22), executivos da refinaria se reuniram com o secretário de Desenvolvimento do Estado e apresentaram uma proposta para transferir cerca de 20% das terras da empresa para o governo. A proposta permitiria que a refinaria continuasse operando.

 



Fonte: Agência Estado
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar