acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Província de Neuquén

Governo argentino e Petrobras farão projeto para aumentar investimentos

11/04/2012 | 18h05
O diretor executivo da Petrobras Argentina, Carlos Alberto da Costa, e o ministro de Planejamento da Argentina, Julio de Vido, vão trabalhar na elaboração de um projeto de investimentos da companhia no país, que será avaliado pela presidente da estatal brasileira, Maria das Graças Foster, e pelo ministro de Minas e Energia do Brasil, Edison Lobão, em reunião a ser realizada no próximo dia 20, em Brasília, segundo comunicado distribuído na terça-feira (10) pelo Ministério de Planejamento. De Vido qualificou o encontro, que durou quase uma hora, como "muito produtivo".

"Falamos de investimentos e apresentamos nossos objetivos relacionados aos investimentos e produção de hidrocarbonetos, e todas as partes se comprometeram em avançar em projetos concretos, sobretudo na província de Neuquén, devido à importância que suas jazidas têm em nossa matriz energética", disse o ministro na nota. A reunião foi realizada no final da manhã desta terça-feira para discutir medida do governo da Província de Neuquén que revogou uma concessão da Petrobras denominada Veta Escondida, há uma semana.

O governo argentino não se pronunciou sobre a possível anulação da medida, pretendida pela companhia. Porém, fonte do ministério de Planejamento indicou à 'Agência Estado' que o projeto pode ser anulado a qualquer momento, desde que a Petrobras cumpra a promessa de aumentar seus investimentos na produção.

Além de Carlos Alberto da Costa, participou do encontro o diretor de Exploração e Produção de Gás e Petróleo da Petrobras Argentina, Benício Frazão. Pelo lado argentino, acompanharam o ministro, o secretário de Energia, Meio Ambiente e Serviços Públicos de Nequén, Guillermo Cocco; o secretário de Energia da Nação, Daniel Cameron, e o subsecretário de Coordenação e Controle de Gestão do Ministério, Roberto Baratta.


Fonte: Agência Estado
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar