acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Estudo

Georadar realiza estudo geoambiental para refinaria da Petrobras

05/10/2015 | 14h49

 

A Georadar iniciou a execução dos serviços de um contrato de dois anos com a Refinaria de Paulínia (Replan), da Petrobras, em São Paulo, assinado em junho deste ano para a realização de diagnóstico geoambiental nas áreas internas da refinaria.
Entre as atividades que serão desenvolvidas está a apuração das relações e parâmetros hidráulicos do meio físico, a detecção e a avaliação de possíveis plumas de contaminação e de risco para a saúde humana. O objetivo do trabalho é subsidiar o gerenciamento dos fatores de risco da refinaria.
“Estamos com ótimas expectativas em relação a esse projeto, que consiste ainda em promover a eventual remediação ambiental das áreas que venham a ser impactadas. O estudo constitui um diagnóstico geoambiental apurado e estará inserido na sistemática de gestão de áreas do Abastecimento da Petrobras”, pontua Luiz Filipe Nascimento, gerente Comercial da Georadar.
A REPLAN é a maior refinaria da estatal em processamento de petróleo. O prazo para a realização do estudo é de 730 dias e será realizado com a tecnologia de uma Sonda Hollow e a atuação de profissionais qualificados. Os serviços de análises químicas referentes ao contrato serão realizados dentro das dependências do laboratório da Georadar, em Nova Lima, Minas Gerais.

A Georadar iniciou a execução dos serviços de um contrato de dois anos com a Refinaria de Paulínia (Replan), da Petrobras, em São Paulo, assinado em junho deste ano para a realização de diagnóstico geoambiental nas áreas internas da refinaria. Entre as atividades que serão desenvolvidas está a apuração das relações e parâmetros hidráulicos do meio físico, a detecção e a avaliação de possíveis plumas de contaminação e de risco para a saúde humana. O objetivo do trabalho é subsidiar o gerenciamento dos fatores de risco da refinaria.

“Estamos com ótimas expectativas em relação a esse projeto, que consiste ainda em promover a eventual remediação ambiental das áreas que venham a ser impactadas. O estudo constitui um diagnóstico geoambiental apurado e estará inserido na sistemática de gestão de áreas do Abastecimento da Petrobras”, pontua Luiz Filipe Nascimento, gerente Comercial da Georadar.

A Replan é a maior refinaria da estatal em processamento de petróleo. O prazo para a realização do estudo é de 730 dias e será realizado com a tecnologia de uma Sonda Hollow e a atuação de profissionais qualificados. Os serviços de análises químicas referentes ao contrato serão realizados dentro das dependências do laboratório da Georadar, em Nova Lima, Minas Gerais.

 



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar