acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Gasolina

Gasolina poderá ter até 15 dias de estabilidade, comunica Petrobras

06/09/2018 | 14h38
Gasolina poderá ter até 15 dias de estabilidade, comunica Petrobras
Divulgação Divulgação

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (6) que alterou sua política de reajustes diários da gasolina tipo A. Agora, os períodos de estabilidade dos preços serão de até 15 dias. Desde julho de 2017 a estatal adotou ajustes diários, baseados nas cotações internacionais do petróleo e as variações do dólar.

"A companhia entende ser importante conciliar seus interesses empresariais com as demandas de seus clientes e agentes de mercado em geral. Sem abrir mão da paridade dos preços internacionais, o mecanismo de hedge, a ser aplicado por não mais do que 15 dias, permitirá à empresa obter um resultado financeiro equivalente ao que alcança com a prática de reajustes diários", informou a estatal.

No entanto, a petroleira aplicará a nova política de reajuste de acordo com a necessidade. "A Petrobras escolherá os momentos em que aplicará o instrumento, considerando a análise de conjuntura, em cenários de elevada volatilidade do mercado. O preço da gasolina continuará sujeito a mudanças até diárias, uma vez que esse mecanismo será utilizado opcionalmente, quando, então, os preços ficarão estáveis durante o período de sua execução."

A gasolina vendida às distribuidoras é diferente dos produtos nos postos de combustíveis. Ela é tipo "A", ou seja, gasolina antes da sua combinação com o etanol. O valor, segundo a Petrobrás, é um terço do valor do combustível vendido nos postos ao consumidor final.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar