acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gás Natural

Gasmig investe para ampliar mercado no Sul de Minas

11/04/2016 | 11h33

Com o objetivo de dar continuidade ao projeto de expansão por Minas Gerais e ampliar o serviço de assistência à população, a Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) inaugurou, em Poços de Caldas, o Centro de Distribuição e Atendimento ao Cliente do Sul de Minas (CD­Sulm). O escritório, que conta com instalações amplas e modernas e uma equipe reforçada, é o primeiro do tipo no Estado e promete mais facilidade e agilidade no contato entre o cliente e a instituição.

O Sul de Minas representa cerca de 10% do mercado total da Gasmig. A cidade de Poços de Caldas já possuía um centro de operação e manutenção e agora, com o escritório, focará no atendimento comercial e residencial. O local funciona desde a última terça-feira. Entre os serviços oferecidos pela distribuidora exclusiva de gás natural canalizado em Minas estão mudança de titularidade, segunda via de conta, solicitação de atendimento, reclamações e sugestões.

Os investimentos da companhia em Poços de Caldas em 2016, no entanto, não vão parar por aí.

De acordo com o analista de relacionamento com clientes da Gasmig no Sul de Minas, Leandro Taets, dois projetos estão previstos para o segundo semestre. Um deles é o aporte de R$ 1,5 milhão em gasodutos e o outro será uma inversão de R$ 1 milhão na adaptação e conversão das instalações dos usuários. A expectativa da companhia é de, até o fim do ano, alcançar no município a marca de mil clientes e, entre 2017 e 2018, triplicar esse número. Hoje são 581 consumidores em operação em Poços de Caldas, sendo 499 residenciais e o restante dividido nos segmentos comercial e industrial.

“Já temos clientes também em Andradas e Pouso Alegre, no Sul de Minas, mas, neste ano, estamos mais focados em expandir o atendimento em Poços. Nessas outras duas cidades, assim como em Varginha, vamos procurar explorar mais o mercado industrial”, explica Taets.

Em termos de volume, o maior consumo de gás natural em Poços de Caldas se dá pelos setores de mineração e extração de alumínio. O mercado de cerâmicas e de vidros também tem feito uso do serviço nos últimos anos. Para atender às demandas no novo CD, a Gasmig contratou seis funcionários, sendo dois para o serviço em escritório e quatro para fazer o ramal de atendimento ao cliente.

“O mercado sul­mineiro é muito receptivo ao gás natural comercializado pela Gasmig e tem crescido em ritmo acelerado. Poços de Caldas já representa o segundo maior mercado em Minas nos segmentos comercial e residencial. Por essa razão, é fundamental prestarmos um atendimento rápido e eficiente na cidade e na região”, afirmou à imprensa o presidente da Gasmig, Eduardo Andrade

A companhia tem feito vários investimentos para expansão de seus serviços em 2016. No fim de janeiro, a Gasmig anunciou um plano para ampliar sua área de atuação em 90 km nas cidades de Belo Horizonte e Nova Lima. Outro município mineiro que seria beneficiado com aportes na rede urbana de gás, de acordo com a empresa, é Juiz de Fora, na Zona da Mata.



Fonte: Diário do Comércio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar