acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Petrobras

Gabrielli classifica acusações de ACM como “delírio de um tirano ultrapassado”

04/10/2006 | 00h00

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, classificou como “delírio de um tirano ultrapassado” as acusações feitas pelo senador baiano Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) na última terça-feira (03), em Brasília.

Em nota encaminhada a imprensa, Gabrielli diz lamentar que, "mais uma vez, o senador Antonio Carlos Magalhães tenha repetido uma prática comum a ele e a seu grupo político: acusações sem provas, irresponsáveis, feitas com grande estardalhaço sem qualquer compromisso com a verdade".

No comunicado, a Petrobras alega que a estatal "investe muito em todo o país e,como não poderia deixar de ser, investe também na Bahia". A nota frisa que em julho último, a Petrobras assinou com o governador Paulo Souto, do PFL, convênio no valor de R$ 34 milhões, para recuperação de estradas estaduais. Por fim o comunicado ressalta que o estado nordestino "concentra o maior polo petroquímico do País, a segunda maior refinaria (depois de São Paulo), é o terceiro estado em reservas terrestres e o sexto estado brasileiro em consumo de derivados".

ACM

A resposta de Gabrielli foi motivada pelas críticas feitas por ACM contra a estatal na tribuna do Senado. O senador que sofreu uma derrota política na Bahia, com vitória do petista Jaques Wagner sobre o seu candidato, o atual governador da estado, Paulo Souto (PFL-BA), disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, venceu na Bahia "jogando muito dinheiro do governo."

"O presidente Lula foi um vencedor jogando muito dinheiro do governo. dinheiro da Petrobrás? sim. Dinheiro dos ladrões que o cercam? sim. Mas o fato é que ele venceu. Entretanto, Sua Excelência e seus correligionários achavam que seria eleito no primeiro turno. Não foi  e tudo indica que ele não será eleito no segundo turno", declarou ACM.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar