acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Eólica

Fusão entre a Nordex e a Acciona Windpower é autorizada

04/04/2016 | 11h03

“Estamos dando os primeiros passos para o estabalecimento da nossa empresa como uma instituição verdadeiramente global na indústria eólica", diz Lars Bondo Krogsgaard, CEO da Nordex SE.

Aprovado pelas autoridades de concorrência, a fusão do Grupo Nordex com a Acciona Windpower (AWP) pode avançar. Já foram cumpridas todas as formalidades contratuais e a transação foi fechada e agora está concluída.

Com a conclusão da transação, o Conselho de Supervisão da Nordex SE nomeou José Luis Blanco como COO (Diretor de Operações e Administrador Executivo Adjunto) e Patxi Landa CSO (Diretor de Vendas para o Conselho de Administração), ambos gestores que tinham anteriormente posições de alta liderança na AWP. Lars Bondo Krogsgaard e Bernard Schäferbarthold continuarão ocupando seus cargos anteriores no Conselho de Administração da Nordex SE como CEO e CFO, respectivamente.

Em outubro de 2015, a Nordex e a AWP anunciaram que planejavam juntar as suas atividades para constituírem uma empresa maior na indústria de energia eólica, com presença no mercado global e uma gama abrangente de produtos.

A transação incluía a aquisição pela Nordex da AWP junto à sua empresa mãe, a Acciona S.A., em troca de novas ações da Nordex e aporte em dinheiro. Juntamente com a aquisição da AWP, a Acciona S.A. concordou que irá adquirir mais ações da Nordex à SKion e à Momentum-capital. Após os passos acima descritos, a Acciona S.A., uma das maiores proprietárias e operadoras de parques eólicos do mundo, será o maior acionista da Nordex SE, detendo um total aproximado de 29,9% das ações da Nordex SE.

O CEO da Nordex, Lars Bondo Krogsgaard, esclarece que “a AWP e a Nordex são agora uma empresa única. Iremos direcionar todos os nossos esforços para garantir que os nossos clientes se beneficiem da nossa nova organização. Dispomos agora de uma cobertura global e de turbinas eólicas com elevado rendimento e perfeitamente adaptadas a todas as condições e projetos, e estamos em uma boa posição para dar apoio aos nossos clientes".

José Luis Blanco, nomeado COO (Diretor de Operações e Administrador Executivo Adjunto), acrescenta: “Depois de muitas conversas com colegas na Alemanha, na Espanha e outros locais, estou convencido de que os colaboradores da Nordex e da AWP estão totalmente empenhados em fazer com que a fusão seja um êxito. As duas empresas se complementam perfeitamente uma à outra em todos os aspectos e, trabalhando em conjunto, têm excelentes perspectivas para o futuro da nova companhia durante a próxima década e mais além”.

Sobre o novo grupo (Nordex e Acciona Windpower)

O grupo instalou mais de 18 GW de capacidade de energia eólica, cobrindo mais de 25 mercados em todo o mundo. Gerou vendas de 3,4 bilhões de euros em 2015 e atualmente conta com mais de 4.800 colaboradores. A sua rede de produção é composta por fábricas na Alemanha, Espanha, Brasil e nos Estados Unidos e, em breve, também na Índia. A sua gama de produtos concentra-se essencialmente em turbina onshore da classe de 1,5 MW a 3 MW, que satisfazem as necessidades dos mercados desenvolvidos assim como dos mercados emergentes.

 



Fonte: Assessoria/Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar