acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Investimento

Furnas pode investir R$50 milhões em P&D em 2011

14/01/2011 | 16h26
A Eletrobras Furnas poderá investir em torno de R$ 50 milhões em Pesquisa e Desenvolvimento este ano com a contratação de novas propostas de projetos de P&D selecionadas nos programas 2010 e 2011. A empresa abriu coleta pública para o recebimento de propostas de projetos para o Programa 2010 até o dia 18 de fevereiro. O Edital da Coleta para o Programa 2011 já está em preparação e deverá ser lançado no primeiro semestre deste ano.

 

A verba inicial é de aproximadamente R$ 28 milhões, que corresponde a 0,4% da receita operacional líquida da empresa no ano passado, conforme determina a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Esse valor, no entanto, pode dobrar e passar dos R$ 50 milhões, uma vez que existe verba disponível remanescente de ciclos anteriores. “Caso haja projetos de interesse da empresa com investimento mais elevado vamos contratar. Não há vantagem competitiva sem investimento em P&D", afirma o gerente da Assessoria de Suporte à Pesquisa e Desenvolvimento da Eletrobras Furnas, Renato Norbert.

 

Ao todo, foram listadas pela empresa 28 demandas, boa parte delas ligada à área de Meio Ambiente e Sustentabilidade, em alinhamento ao planejamento estratégico do Sistema Eletrobras, tais como Desenvolvimento de Metodologias de Aproveitamento de Resíduos, Modelagem Contínua da Dispersão de Poluentes, Monitoramento de Processos Erosivos, Participação Mecanismos de Mudanças Climáticas e Recuperação de Áreas Degradadas.

 

Para participar, os autores das propostas devem ser ligados a uma instituição de ensino superior ou a um centro de pesquisa, sem fins lucrativos. Uma comissão formada por profissionais da área das demandas que tiveram propostas selecionadas e da área de Gestão de Pesquisa e Desenvolvimento da estatal fará a seleção. Serão avaliados critérios como inovação, originalidade e viabilidade técnica e econômica. Outras informações referentes ao cronograma, documentação necessária e etapas do Programa 2010 constam no edital disponível no site de Furnas.

 

Investimentos realizados

Nos últimos 11 anos, a empresa investiu R$ 112 milhões em P&D, tendo apoiado um total de 178 projetos, 112 deles já concluídos, em cumprimento à Lei 9.991/2000, que dispõe sobre realização de investimentos nesta área pelas empresas do setor elétrico. Além disso, há mais 35 projetos já aprovados ou bem avaliados pela Aneel que estão em fase de contratação, em um valor total de pouco mais de R$ 40 milhões.

 

Antes mesmo da obrigação legal, a estatal já investia em inovação. Estudos de engenharia de concreto desenvolvidos há mais de 15 anos no Laboratório de Mecânica dos Solos, em Goiânia (GO), revolucionaram as técnicas de construção de barragens de hidrelétricas. A tecnologia de concreto compactado com rolo, por exemplo, objeto de pesquisas em Furnas, que representa grande economia de material e, com isso, redução de custos, é hoje aplicada pela maioria das empreiteiras.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar